Gen Heleno
"Dr Ives Gandra acaba de dizer que a Justiça não pode agir na velocidade que a população deseja porque deve respeitar o Estado Democrático de Direito. Que Democracia é essa que há 32 anos é uma farsa? Que Estado é esse, cujos principais dirigentes foram eleitos com dinheiro ilícito, roubado do povo, em campanhas milionárias, sustentadas pela corrupção? Que Direito é esse que protege os canalhas e não pode se valer dos atuais recursos tecnológicos para multiplicar sua proclamada, e pouco evidente, eficiência? Gostaria de perguntar àqueles que se diziam defensores dos pobres e oprimidos: quantas foram as vítimas fatais das deficiências do serviço de saúde pública? Quantos deixaram de receber saneamento básico em seus lares? Quantas gerações pagarão pela educação caótica que lhes é oferecida? Quantos candidatos honestos se viram sufocados pelos recursos abundantes de que dispunham os bandidos? E o mais intangível: quantos dos vícios, que atormentam nosso tecido social, são frutos desses mais de trinta anos de deploráveis exemplos? É inadmissível que os indiciados na lava-jato e seus respectivos parentes possam se candidatar, a qualquer coisa, a partir de agora. Até porque, como todos sofrem de amnésia profunda, não são capazes de gerir, nem suas próprias vidas. Essa luta compete a cada um de nós".

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar