ENQUANTO PT “FLERTA” COM DITADURA, COLUNISTA DA FOLHA “FLERTA” COM INGENUIDADE
Rodrigo Constantino - 28/08/2017
Há um tipo de formador de opinião que pulula pela imprensa brasileira: é o “isentão”. Ele até critica a esquerda, mas sempre dando um jeito de defendê-la no processo. É o caso de Helio Schwartsman, da Folha de SP. Sempre educado, e tentando focar em argumentos “científicos”, o fato inegável é que o jornalista carrega em si o ranço esquerdista. Já se encantou com o PT, como confessou outro dia, e pelo visto não foi capaz de fazer o luto completo.
Em sua coluna de hoje, ele pretende mostrar espanto com a “ala” do PT que ainda defende o regime venezuelano, depois de tudo. A intenção é louvável, e alguns podem achar que eu deveria aplaudir ao menos o esforço. Mas o problema é que o tiro sempre dá um jeito de sair pela culatra. Duvidam? Então veja na largada o deslize:
Lá no comecinho ainda dava para defender o regime de Hugo Chávez. Ele, afinal, chegara ao poder através do voto, em 98, e logo tratou de colocar em prática uma agenda populista, mas que acertava em várias coisas, como a adoção de políticas de redução da pobreza
Como é?! Acertava em várias coisas, como políticas de redução de pobreza?! Quais?! Onde?! Era pura demagogia, distribuição forçada de renda, populismo, socialismo. E assim eram atacadas essas medidas desde o começo pelos liberais. Desde que me entendo por gente já condeno o chavismo, e fiz inúmeros alertas de que o troço acabaria exatamente como acabou.
 
Se Helio Schwartsman estava iludido naquela época, ele que faça um mea culpa de que foi bobinho, em vez de tentar justificar o injustificável. Chávez jamais foi defensável, pois desde o começo se mostrou apenas mais um caudilho autoritário e populista, com um discurso igualitário hipócrita que alimentava somente a inveja. Mas piora: não satisfeito com essa concessão, eis o que diz o colunista acerca do PT:Essa história, porém, só vai até certo ponto. Aos poucos, mudanças cada vez menos sutis foram transformando a paisagem que ainda podíamos identificar como democrática, mesmo que de maneira imperfeita, num regime escancaradamente autoritário. Hoje, nem o mais benevolente dos observadores conseguiria classificar a Venezuela, agora sob o comando de Nicolás Maduro, como algo diverso de uma ditadura. Não há respeito ao voto popular (a Assembleia Nacional eleita em 2015, de oposição, foi na prática destituída), não há liberdade de imprensa e se contam aos milhares os presos políticos. O governo reprime com violência manifestações contra Maduro.


Diante desse quadro, é assustador que algumas alas do PT ainda ensaiem apoio ao regime chavista. Se essa linha predominar, o partido precisará adicionar ao naufrágio ético e ao fracasso administrativo o descaso para com a democracia em sua lista de pecados. É triste para uma legenda que um dia pretendeu ser a vanguarda mundial dos movimentos de esquerda comprometidos com a democracia e bons de governo.

Que a Venezuela vive numa ditadura é outra coisa que liberais já avisam faz tempo, mas tudo bem: ao menos o “imparcial” colunista já reconhece isso. Daí a dizer que “algumas alas” do PT ensaiam apoio ao regime?! Não, meu caro Helio, são todas as alas, é o partido oficialmente, em nome de sua presidente e de seu líder máximo, o Lula, que defende hoje e sempre defendeu o “socialismo do século XXI” da Venezuela.


Não viu os vídeos de apoio do Lula e da Dilma a Maduro? Não sabe que o PT fundou o Foro de São Paulo? Aliás, por falar nisso, vem o ponto mais importante de todos: a última frase do artigo é de uma desfaçatez ímpar, uma mentira assustadora. Uma legenda que pretendeu ser a vanguarda dos movimentos de esquerda comprometidos com a democracia?! Onde, Helio?!

Se, como lembrei, o PT fundou o Foro de São Paulo ao lado de ditadores, se o PT sempre idolatrou Fidel Castro, se o PT aplaudia até as Farc, o MST, terroristas comunistas, como é que você pode afirmar, sem ruborizar (ou ruborizou um tantinho?), essa barbaridade? O PT jamais teve apreço pela democracia, e se você era ignorante ou iludido demais para não saber disso no passado, por favor, não venha desmerecer aqueles que sempre souberam da verdade, que você tenta ocultar até hoje.
Aceite que defendeu uma corja de bandidos socialistas que nunca fez muita questão de esconder que admirava o maior tirano do continente. Quem tem Fidel Castro como guru pode ser democrata?! Como fica claro, os “isentões” até que tentam criticar a esquerda, mas seu viés esquerdista sempre fala mais alto…
 
Aos que acham que fui duro demais com um sujeito bacana e simpático que estava criticando o PT, eu digo: são esses tipos que hoje vão aplaudir o PSOL, por ter “rompido” com o PT após seus escândalos de corrupção, apenas para dizer, depois, que os socialistas “democráticos” traíram suas bases e decepcionaram seus simpatizantes. Conta outra!
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar