Por editoria do site www.averdadesufocada.com
Reconhecendo as consequências que a doutrinação dos jovens trouxe a nossa juventude e as nossas universidades, o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra dedicou os seus dois livros : Rompendo o Silêncio e A Verdade Sufocada aos jovens do nosso País.
Dedicou-os aos jovens porque eles são o futuro, o novo Brasil. Dedicou-os aos jovens, porque eles são puros de espírito e de intenções. E os viu, muitas vezes, explorados em sua pureza.
No negro período das guerrilha rural e urbana revolucionárias que sofremos em nosso País, eles foram usados, manipulados em seus sentimentos. Fizeram-lhes a cabeça e puseram-lhes uma arma na mão. E os jogaram numa violência inútil.

Caros Caros(as) amigos(as),segue o Prefácio do livro acima nominado escrito pelo Cel Brilhante Ustra - HERÓI NACIONAL -
com participação de D. Joseíta.
O Prefácio e o Epílogo das últimas edições, por solicitação do Coronel e, posteriormente, de sua valorosa viúva D. Joseíta foram escritos, com muita honra, orgulho e vibração de soldado, por mim
- General da Reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva.Resultado de imagem para imagem do general rocha paiva

Hoje, segue o Prefácio. Dentro de alguns dias, quando se completarão 4 anos do falecimento do Coronel, para lembrar e homenagear o herói , pretendo divulgar o Epílogo.
O texto é do tamanho que pede um Prefácio de livro. Talvez um pouco grande, por certo, mas não é nem um décimo do bem que o Cel Ustra legou a você e aos seus.
Leia e repasse, coloque no face e no twitter.
No entanto, se o email for para a caixa de algum socialista marxista raivoso, azar o dele - "Ai dos Vencidos".

PREFÀCIO

“À Pátria tudo se deve dar e nada pedir, nem mesmo compreensão” – Tenente Siqueira Campos, herói dos “18 do Forte” (1922).

Montagem publicada por Jair Bolsonaro em sua conta pessoal do Facebook. (Foto: Reprodução)

O presidente da República Jair Bolsonaro recebeu, em audiência no Palácio do Planalto, a sra. Maria Joseíta, viúva do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, a quem considera um dos Heróis da Pátria. Ustra foi um alvo das esquerdas, inconformadas com a eficiência com que cumpriu a missão de enfrentar o terrorismo e a luta armada no país.

 A partir de hoje lembraremos com saudades, o marido, o pai , o avô e sobretudo o soldado  que, como outros , dedicou sua vida a cumprir missões para as quais foi designado a fim de defender a Pátria.
*28/07/1932 - +15/10/2015

"Os que tombam pela Pátria não morrem . Fundem-se a ela em espírito e permanecem  vivos na memória de seus irmãos." (Almirante Tamandaré )

A