Midia Ninja, presente nas manifestações
Capilé, acompanhado pelo senador do PSol
 Randolfe Rodrigues

Por Carlos Newton - Tribuna da Internet – 17/0214  
Depois da morte de Santiago

       E sempre rodeado de autoridades!

 Andrade, é bom lembrar o que vem acontecendo desde junho passado, quando começaram as manifestações populares, no Rio de Janeiro e São Paulo, organizadas pelo movimento Passe Livre, que depois foram se encorpando, ganhando adeptos e incluindo protestos contra a Copa do Mundo e exigindo “Padrão Fifa” para educação, saúde, transportes e segurança.De repente, apareceram em cena os black blocs. Surgiam na fase final dos protestos, provocavam a polícia de uma maneira inacreditável, quebravam o que estivesse na frente, especialmente abrigos de ônibus e agências bancárias. 

Junto aos black blocs, notabilizou-se a mídia ninja bancada pela ONG de Pablo Capilé, espalhada pelo país com generoso financiamento do governo federal, de governos estaduais e prefeituras, não somente ocupadas pelo PT mas também por outros partidos, inclusive o PSDB de São Paulo, vejam que ironia, além de empresas privadas e entidades interessadas em agradar a quem está no poder.

“ALTERNATIVA” À MÍDIA 

Os ardorosos defensores de Capilé argumentavam que seus seguidores eram uma alternativa à mídia normal, para “cobrir” as manifestações e denunciar as agressões dos policiais. Muita gente boa entrou nessa esparrela, inclusive Caetano Veloso, que foi visitar os tais ninjas e se deixou fotografar como black bloc, que santa ingenuidade. 

Na época, aqui no Blog, chamávamos atenção para uma realidade flagrante – os mídias ninjas jamais apresentavam imagens de manifestantes agredindo policiais nem fazendo atos de vandalismo. Pelo contrário, suas imagens visavam  sempre denegrir os policiais. 

O melhor exemplo foi a série de imagens de um manifestante correndo pelas ruas e depois sendo alvo de pistola de choque e agressão por policiais, fato que virou um escândalo nacional. Mas esqueceram de mostrar o que o manifestante fizera antes, provocando os policiais de tal forma que eles perderam a razão. 

Agora, na morte de Santiago Andrade, onde esta a a mídia ninja? Todas as imagens que documentaram o assassinato do cinegrafista foram feitas pela mídia nacional e estrangeira, incluindo jornalistas ingleses e russos. Nem uma só imagem da mídia ninja. Por que será? Devo perguntar ao Caetano Veloso? Ou a Dilma Rousseff, tão amiga e ligada a Pablo Capilé?
Que Deus proteja os jornalistas de verdade!

 

Comments powered by CComment