Portal Terra  14 de Março de 2014•23h17 

O serviço de inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro conseguiu interceptar uma ligação entre traficantes da Vila Cruzeiro na qual eles combinam um plano para matar o comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Parque Proletário, major Bruno Amaral. O atirador ficaria em cima de uma laje esperando o policial sair da sede da UPP. As informações são do RJTV.? 

A polícia recebeu ainda, através do disque-denúncia, dois relatos sobre um possível plano para matar o delegado-titular da 45ª delegacia (Alemão), Felipe Cury. A polícia investiga se as ordens vieram de dentro de presídios. 

Cinco PMs de UPPs foram mortos nos complexos de favelas da Penha e do Alemã desde novembro. Apenas um suspeito de envolvimento foi preso.

Comentários  

+1 #1 Milton Oliveira DR 21-03-2014 16:50
Brasil acima de tudo!

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar