50 ANOS DA CONTRARREVOLUÇÃO DE 31/03/1964

DOCUMENTÁRIO – ARTIGO XXXI

É o mínimo que você precisa saber para não estar fazendo papel de idiota, sendo levado de roldão pela política desastrosa do atual Governo Federal.

Por Aluísio Madruga de Moura e Souza

Hoje é o dia 31 de março de 2014! No Brasil, o Movimento que se propôs e conseguiu  criar uma Aliança Renovadora Nacional(ARENA) completa 50 Anos e pode se orgulhar de ter cumprido sua própria incumbência, ou seja, impedir que o Brasil se tornasse comunista, dotá-lo de uma infra estrutura que o elevasse economicamente colocando-o entre as maiores economias do mundo; o retornasse verdadeiramente para a democracia e devolvesse o Poder aos civis. Pena! Sinto muita pena do que os governos após a Contrarrevolução a partir de 1985 fizeram com o País. E o pior, o que estão querendo fazer...  Agrava o fato do cidadão de bem ainda não ter se apercebido que aqueles que ora estão no governo têm usado com maestria a desinformação e a meia verdade como arma estratégica para obter o domínio de suas mentes. Em particular a juventude ainda não vislumbrou que tudo isso nada mais é do que um  processo insidioso que vem sendo utilizado pelo Governo com eficiência, razão pela qual tem obtido eficácia contra a população brasileira, pronta para considerar como verdadeira, por exemplo, grande parte das  mentiras alardeadas pela comissão nacional da verdade, talvez a maior de todas as excrescências criada pelo atual Governo, mas sempre alardeadas pela mídia infiltrada e por aquela que sempre se vende aos cofres públicos. Usando a desinformação difundem aos quatro ventos, como se verdadeiras fossem, mentiras de todos os tipos. Difamam, mentem, caluniam e roubam o contribuinte com total despudor. Trata-se de um governo verdadeiramente fariseu!

Lembremos que foi com projeto do General João Batista Figueiredo que o Congresso Nacional aprovou a Lei 6683, conhecida como “Lei da Anistia” que permitiu que os comunistas que mataram indistintamente e seletivamente, que sequestraram, assaltaram e roubaram bancos, carros e até motoristas de ônibus pudessem voltar ao País e integrar-se, novamente, à vida política nacional da qual foram excluídos devido aos  atos que praticaram. No entanto, a maioria deles ainda impregnados de ranço ideológico continuam extravasando seu ódio, consequência das lutas perdidas, tentando enxovalhar todos aqueles que, em defesa da democracia, por determinação das autoridades constituídas da época, cumprindo seus deveres lutaram contra a violência revolucionária que os comunistas desenvolviam buscando implantar uma ditadura do proletariado no País. Às vítimas desse revanchismo odioso as nossas homenagens que acreditamos e temos convicção de que um dia a verdadeira história do que realmente foi a Contrarrevolução de 31/03/1964, prevalecerá nos anais do Brasil e então as vítimas de quem falamos, ou seja, aquelas que de armas nas mãos combateram o terrorismo em nossa Pátria estarão no devido lugar que hoje já lhes deveria estar reservado. Assim há de ser e assim será porque História é história e a estória que a comissão nacional da verdade quer contar não vai prevalecer.

A estratégia adotada pelo PT  que  lidera as demais esquerdas no Brasil  vem não apenas, explorando as diversas frustações da população com a crise na saúde, na segurança, na educação por que passa o País, como também, tem submetido a sociedade brasileira a uma progressiva e persistente guerra psicológica, apoiada em um planejamento e eficiente trabalho de massa, que visa, em síntese a realizar transformações radicais nas estruturas vigentes e apresentar o socialismo de partido único como o único capaz de solucionar as contradições sociais existentes. Simultaneamente nossa sociedade passa por uma crise de identidade que destrói a família, os valores morais, sociais e cívicos, enquanto que os partidos e que estão no Poder provocam frustações em todas as camadas, além da descrença generalizada nas elites políticas por considera-las incapazes, oportunistas, corruptas e alheias às verdadeiras aspirações  do povo brasileiro o que vem provocando o enfraquecimento da identidade nacional, inclusive nas lideranças industriais, empresariais e rurais, levando a população à aceitar propostas radicais como solução de suas necessidades específicas.

Enfim, tudo isso vem acontecendo porque a maioria de nossas elites se cala, enquanto a outra parte ignora ou desconhece o valor e a importância dos vocábulos família, verdade, honradez, integridade de caráter, transcendência, solidariedade, tolerância, espírito comunitário, urbanidade, patriotismo, respeito as leis, acatamento á autoridade, civismo, consciência de poder. Soberania popular e sua delegação.

E o que será de nossas crianças senhores componentes de nossa elite? E o que pensam os senhores da imprensa a quem cabe a formação da opinião pública? Que Brasil os senhores  querem legar para os nossos descendentes? Dentro do que posso estou fazendo a minha parte. Os senhores estão fazendo as suas? Espero que sim para que depois não venha o arrependimento. Em outubro do presente ano teremos eleições.

Tempos  atrás um conhecido humorista comentou que tinha saudades dos “Anos de Chumbo”, uma vez que àquela época os terroristas brasileiros tão-somente pegavam em armas, mas não trabalhavam no governo”. Concordo plenamente.

Finalmente tenho que registrar que vários assassinos, sequestradores, farsantes e falsários estão dando as cartas e fazendo a regra do jogo, desvirtuando uma anistia  para - ( idealizada como ampla, geral e irrestrita  e construída no Congresso Nacional, com a participação de todas as correntes políticas) –  privilegiar com pecúnia e bajulação, duas gerações de comunistas criminosos que ensanguentaram o Brasil a soldo de ditaduras estrangeiras, sob a falácia de lutarem pela democracia.

Tentaram em 1935, 1964 e no período 1968 a 1974. Foram derrotados três vezes mas continuam tentando e empolgados esquecem-se que o limite do povo brasileiro e portando das Forças Armadas que estão absolutamente caladas sofrendo injustiças está na Lei de Anistia. Que paguem para ver.

VIVA A CONTRARREVOLUÇÃO DE 31 DE MARÇO DE 1964 QUE SALVOU O BRASIL E O SEU POVO DO SOFRIMENTO DO REGIME COMUNISTA!

Comments powered by CComment