50 ANOS DA CONTRARREVOLUÇÃO DE 31/03/1964

DOCUMENTÁRIO – ARTIGO XXXI

É o mínimo que você precisa saber para não estar fazendo papel de idiota, sendo levado de roldão pela política desastrosa do atual Governo Federal.

Por Aluísio Madruga de Moura e Souza

Hoje é o dia 31 de março de 2014! No Brasil, o Movimento que se propôs e conseguiu  criar uma Aliança Renovadora Nacional(ARENA) completa 50 Anos e pode se orgulhar de ter cumprido sua própria incumbência, ou seja, impedir que o Brasil se tornasse comunista, dotá-lo de uma infra estrutura que o elevasse economicamente colocando-o entre as maiores economias do mundo; o retornasse verdadeiramente para a democracia e devolvesse o Poder aos civis. Pena! Sinto muita pena do que os governos após a Contrarrevolução a partir de 1985 fizeram com o País. E o pior, o que estão querendo fazer...  Agrava o fato do cidadão de bem ainda não ter se apercebido que aqueles que ora estão no governo têm usado com maestria a desinformação e a meia verdade como arma estratégica para obter o domínio de suas mentes. Em particular a juventude ainda não vislumbrou que tudo isso nada mais é do que um  processo insidioso que vem sendo utilizado pelo Governo com eficiência, razão pela qual tem obtido eficácia contra a população brasileira, pronta para considerar como verdadeira, por exemplo, grande parte das  mentiras alardeadas pela comissão nacional da verdade, talvez a maior de todas as excrescências criada pelo atual Governo, mas sempre alardeadas pela mídia infiltrada e por aquela que sempre se vende aos cofres públicos. Usando a desinformação difundem aos quatro ventos, como se verdadeiras fossem, mentiras de todos os tipos. Difamam, mentem, caluniam e roubam o contribuinte com total despudor. Trata-se de um governo verdadeiramente fariseu!

Lembremos que foi com projeto do General João Batista Figueiredo que o Congresso Nacional aprovou a Lei 6683, conhecida como “Lei da Anistia” que permitiu que os comunistas que mataram indistintamente e seletivamente, que sequestraram, assaltaram e roubaram bancos, carros e até motoristas de ônibus pudessem voltar ao País e integrar-se, novamente, à vida política nacional da qual foram excluídos devido aos  atos que praticaram. No entanto, a maioria deles ainda impregnados de ranço ideológico continuam extravasando seu ódio, consequência das lutas perdidas, tentando enxovalhar todos aqueles que, em defesa da democracia, por determinação das autoridades constituídas da época, cumprindo seus deveres lutaram contra a violência revolucionária que os comunistas desenvolviam buscando implantar uma ditadura do proletariado no País. Às vítimas desse revanchismo odioso as nossas homenagens que acreditamos e temos convicção de que um dia a verdadeira história do que realmente foi a Contrarrevolução de 31/03/1964, prevalecerá nos anais do Brasil e então as vítimas de quem falamos, ou seja, aquelas que de armas nas mãos combateram o terrorismo em nossa Pátria estarão no devido lugar que hoje já lhes deveria estar reservado. Assim há de ser e assim será porque História é história e a estória que a comissão nacional da verdade quer contar não vai prevalecer.

A estratégia adotada pelo PT  que  lidera as demais esquerdas no Brasil  vem não apenas, explorando as diversas frustações da população com a crise na saúde, na segurança, na educação por que passa o País, como também, tem submetido a sociedade brasileira a uma progressiva e persistente guerra psicológica, apoiada em um planejamento e eficiente trabalho de massa, que visa, em síntese a realizar transformações radicais nas estruturas vigentes e apresentar o socialismo de partido único como o único capaz de solucionar as contradições sociais existentes. Simultaneamente nossa sociedade passa por uma crise de identidade que destrói a família, os valores morais, sociais e cívicos, enquanto que os partidos e que estão no Poder provocam frustações em todas as camadas, além da descrença generalizada nas elites políticas por considera-las incapazes, oportunistas, corruptas e alheias às verdadeiras aspirações  do povo brasileiro o que vem provocando o enfraquecimento da identidade nacional, inclusive nas lideranças industriais, empresariais e rurais, levando a população à aceitar propostas radicais como solução de suas necessidades específicas.

Enfim, tudo isso vem acontecendo porque a maioria de nossas elites se cala, enquanto a outra parte ignora ou desconhece o valor e a importância dos vocábulos família, verdade, honradez, integridade de caráter, transcendência, solidariedade, tolerância, espírito comunitário, urbanidade, patriotismo, respeito as leis, acatamento á autoridade, civismo, consciência de poder. Soberania popular e sua delegação.

E o que será de nossas crianças senhores componentes de nossa elite? E o que pensam os senhores da imprensa a quem cabe a formação da opinião pública? Que Brasil os senhores  querem legar para os nossos descendentes? Dentro do que posso estou fazendo a minha parte. Os senhores estão fazendo as suas? Espero que sim para que depois não venha o arrependimento. Em outubro do presente ano teremos eleições.

Tempos  atrás um conhecido humorista comentou que tinha saudades dos “Anos de Chumbo”, uma vez que àquela época os terroristas brasileiros tão-somente pegavam em armas, mas não trabalhavam no governo”. Concordo plenamente.

Finalmente tenho que registrar que vários assassinos, sequestradores, farsantes e falsários estão dando as cartas e fazendo a regra do jogo, desvirtuando uma anistia  para - ( idealizada como ampla, geral e irrestrita  e construída no Congresso Nacional, com a participação de todas as correntes políticas) –  privilegiar com pecúnia e bajulação, duas gerações de comunistas criminosos que ensanguentaram o Brasil a soldo de ditaduras estrangeiras, sob a falácia de lutarem pela democracia.

Tentaram em 1935, 1964 e no período 1968 a 1974. Foram derrotados três vezes mas continuam tentando e empolgados esquecem-se que o limite do povo brasileiro e portando das Forças Armadas que estão absolutamente caladas sofrendo injustiças está na Lei de Anistia. Que paguem para ver.

VIVA A CONTRARREVOLUÇÃO DE 31 DE MARÇO DE 1964 QUE SALVOU O BRASIL E O SEU POVO DO SOFRIMENTO DO REGIME COMUNISTA!

Comentários  

+2 #10 O Chato voltou 01-04-2014 22:58
No governo0 Dil má se mata mais do que em todas as ditaduras do mundo. 3.000 por tortura e morte todas as noites no Brasil. Que vergonha! E ainda, têm o descaramento de esconder! O lula está fora de órbita. Povo, vote corretamente. Pois, se não o fizer, continuará sofrendo, torturado e morrendo a cada dia - seja de fome, de raiva, ou sem alimentos e sem morada. Enganam apenas a alguns, todavia, a maioria sabe que estamos dizendo - divulgam mentiras para enganá-los. Brasil e brasileiros, sempre acima de tudo e de todos...
+2 #9 Henrique 01-04-2014 09:39
Li tudo o que está neste texto, quantas pessoas leram? O que se pode fazer? O brasileiro está com os olhos vedados, principalmente os jovens, famílias sendo enganadas por um prato de comida, hoje o povo se acovardou acreditando que o Partido Terrorista está fazendo alguma coisa por eles, estão as cegas. Mas acredito ainda em salvação, nem tudo está perdido, vamos a luta contra o abuso do terrorismo, lobos disfarçados de cordeiro. Já passou da hora de tomarmos providências contra esse bando de corruptos que finge não estar sabendo de nada.
+2 #8 Jairo 01-04-2014 09:14
Duas notícias na página 07 do Jornal "Metro" de Porto Alegre me preocuparam bastante. A primeira foi "GOVERNO PEDE DESCULPAS POR 64". Desculpas por quê? Por terem impedido a instalação de uma ditadura comunista que levaria o país ao caos e miséria totais? A outra foi "REVISÃO DA LEI DA ANISTIA TERÁ APOIO", na qual a Anistia Internacional lança hoje uma campanha virtual para coletar assinaturas a favor do pedido de revisão da Lei da Anistia. Ora, isso é passar por cima da autoridade do STF, que tomou essa decisão em 2010. Se isso acabar passando, que também sejam punidos exemplarmente os terroristas daquela época, que assaltavam bancos, explodiam carros-bomba, sequestravam e "justiçavam", a começar por vocês-sabem-que m. A Corte Interamericana de Direitos Humanos não possui ingerência nessa situação e ceder significaria rasgar a Constituição Federal e usar o papel para finalidades nada nobres.
+2 #7 domenico 31-03-2014 23:30
Tímidas comemorações, infelizmente ! Eu, minha família e alguns amigos,comparec emos ao ato comemorativo em Fortaleza. Em confronto,estav am meia-dúzia de gatos pingados com suas bandeirolas vermelhas, tremulando de imbecilidades-i deológicas. Cantamos o Hino Nacional com emoção, ao mesmo tempo com tristeza por saber que nossa Pátria-Amada, encontra-se desgovernada por Podres-Poderes, bandoleiros-pol íticos, mídia-mercenári a,instituições- cumpliciadas, sociedade-alhei a e acovardada, etc...!
+2 #6 Fúlvio 31-03-2014 23:13
De repente eu me lembrei da operação Valkíria. Pode ser uma besteirada que eu estou escrevendo, mas é só como um exemplo tosco: Em 1944, o coronel Claus Schenk Graf von Stauffenberg perpetrou um atentado contra Hitler, (o atentado de 20 de Julho) em nome do movimento da resistência alemã, do qual faziam parte vários oficiais. Hitler saiu apenas levemente ferido da explosão de uma bomba em seu quartel-general , Wolfsschanze ("Toca do Lobo"), na Prússia Oriental. A represália não se fez esperar: mais de quatro mil pessoas, membros e simpatizantes da resistência, foram executadas nos meses seguintes. Todos tinham consciência do risco que corriam se a operação falhasse, mas mesmo assim levaram o plano adiante. Precisamos de uma resistência unida (civis e militares) no Brasil
+3 #5 Carlos Alberto Pires 31-03-2014 22:34
Compareci ao convite da ONG TERNUMA.
Uma missa das seis horas, em dias da semana, é capaz de reunir mais fiéis do que uma missa cujo propósito seria de reunir militares para comemorar um Jubileu de Ouro da derrota comunista.
Velhos militares aproveitaram a oportunidade para um encontro em que pouco se falou da Contra-Revolução.
O ato simbólico nada mais representou que um profundo ato de contrição pelos mortos. Englobando comunistas que tombaram na luta armada.
Enquanto assim procedem a esquerda avança com ameaças e imposições como consta do artigo de Franklin Martins "As Forças Armadas Devem Pedido Formal de Desculpas.”
"Estamos aqui hoje para que aquele horror nunca mais aconteça', declarou Maria Amélia Teles, ex-presa política." Referência às vítimas da ditadura no DOI-Codi de São Paulo.
O meu prognóstico é que, no médio prazo, o Brasil será o líder da URSB (União das Repúblicas Socialistas Bolivarianas).
+4 #4 Daniel Albuquerque 31-03-2014 21:40
VIVAAA!!!
+5 #3 Fred 31-03-2014 21:04
Obrigado. Essa é a palavra que deveria sair da boca de cada brasileiro que é livre, pois graças ao exército brasileiro somos livres hj. Obrigado.
+5 #2 Nelson deAzevedoNeto 31-03-2014 20:22
ESTÁ NA HORA DO BIS!... Mas embalado e com o sabor dos NOVOS TEMPOS...!!! ;-)
+5 #1 Braz 31-03-2014 19:15
Parabenizo a todos os militares que participaram do regime militar! Sou grato a todos . VIVA 1964

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar