O coronel Paulo Malhães que prestou depoimento, recentemente, à Comissão Nacional da Verdade, foi assassinado hoje, às 0900 horas por quatro pessoas que invadiram a sua casa na Baixada Fluminense e, após subjugarem as pessoas presentes, deram 4 tiros no coronel, que morreu na hora. Os assassinos fugiram levando todas as armas que o Cel Malhães tinha em casa.
Em novembro de 2012, em Porto Alegre, o cel Molina, ex-membro do DOI-CODI , também foi assassinado e, segundo a Polícia do Rio Grande dio Sul, por assaltantes que buscavam suas armas. No local foram encontrados documentos, segundo as apurações, ligados ao caso Rubens Paiva.

Comments powered by CComment