Colégio com nome de Marighela
foto Mateus Pereira /GOVBA

"No Globo de hoje, 27/12/2014, o jornalista Jorge Bastos Moreno, em sua coluna, nos contou uma piada: que o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, nomeado para o cargo de Ministro da Defesa, "está mais do que apto para a função, pois estudou 7 anos no Colégio Militar, do Rio". Não sei se quando disse isso estava sóbrio...

Jaques Wagner inaugura placa de escola estadual
que passou a levar o nome de Marighela


Quero recordar ao jornalista que Jaques Wagner, quando governador, inaugurou uma escola, na Bahia, com o nome do terrorista Carlos Marighela, a quem chamou de "grande patriota que lutou pela liberdade". Essa foi outra piada!
Quero recordar também ao jornalista que Luiz Carlos Prestes também cursou - e completou o curso - o Colégio Militar, em Porto Alegre.
Um pouco de História não faz mal a ninguém.
Carlos I. S. Azambuja
Rio de Janeiro"

Observação do site www.averdadesufocada.com : Vale apena ler de novo as matérias publicada por Reinaldo Azevedo em 11/04/2014 e 08/06/13

A cerimônia que marcou a alteração do nome do Colégio Estadual Presidente Emílio Garrastazu Médici para Colégio Estadual Stiep Carlos Marighella foi realizada na tarde desta sexta-feira (11) e contou com a presença do governador Jaques Wagner. Desde o dia 17 de fevereiro deste ano, a instituição passou a ser chamada com o nome guerrilheiro baiano que se opôs à ditadura, o que aconteceu após votação que envolveu alunos, ex-alunos, pais e comunidade.·        

(Foto: Mateus Pereir Marighella a/GOVBA)Para o governador, a mudança enaltece a memória de Marighella, mais do que gera sentimento de "ódio" em relação ao presidente militar que emprestou nome à unidade de ensino por 42 anos. "Não estamos plantando ódio contra ninguém com essa mudança de nome. Estamos plantando o amor por Carlos Marighella, um homem que lutou pela democracia, que lutou pela liberdade do povo brasileiro", disse.

Há ainda mais... Governador da BAHIA ; CANDIDATO MINISTRO DA DEFESA
08/06/2013

 O governador Jaques Wagner é mesmo um homem generoso… com o dinheiro alheio! Repassou R$ 120 mil para Daniela Mercury — a antropófaga — participar da Parada Gay de São Paulo. Aquela senhora decidiu sair do armário, e Wagner achou que era o caso de estatizá-la. O Bahia tem, assim, salvo desinformação da minha parte, a primeira lésbica estatal do mundo. Wagner é um homem bom. Em 2011, cerca de três mil sem-terra invadiram a Secretaria de Agricultura da Bahia. O estado mandou instalar banheiros químicos no local, e o governo comprava 600 quilos de carne para alimentar a tigrada. Agora, ficamos sabendo de mais uma bondade. O estado decidiu bancar um museu em homenagem ao terrorista Carlos Marighella.O nome do troço é “Museu da Resistência”. O chefão da ALN (Ação Libertadora Nacional), um dos grupos terroristas mais violentos que tentaram promover a luta armada no Brasil, torna-se, assim, um herói oficial. Já foram gastos R$ 200 mil no projeto. Leio na Folha:“O governo da Bahia cedeu dois sobrados no Pelourinho para o projeto, mas o desejo da família do ex-militante do Partido Comunista Brasileiro é que a casa onde ele viveu até os 23 anos, também no centro histórico da cidade, seja integrada ao espaço.”


Então… Que coisa bonita!Para estar completo, o museu tem de ser a foto e a história dessas pessoas:
– José de Carvalho
– Guido Boné
– Natalino Amaro Teixeira
– José Getúlio Borba
– Newton de Oliveira Nascimento
– José Armando Rodrigues
– Bertolino Ferreira da Silva
– Sylas Bispo Feche
– Iris do Amaral
– Walter César Galleti
– Mário Domingos Panzarielo
– Sílvio Nunes Alves
– Manoel Henrique de OliveiraQuem são esses? Indivíduos que foram assassinadas nos covardes atos terroristas da ALN. Suas respectivas famílias não recebem pensão nenhuma, e ninguém vai se lembrar de erguer um museu para eles. Museu, na Banânia contemporânea, é só  para algozes.Espero que a casa em homenagem ao terrorista também traga trechos de seu “Minimanual da Guerrilha Urbana”. O herói que agora ganha museu recomendava a seus militantes que armassem emboscadas. Leiam:Emboscada
As emboscadas são ataques tipificados por surpresa quando o inimigo é apanhado em uma estrada ou quando faz que uma rede de policiais rodeie uma casa ou propriedade. Uma mensagem falsa pode trazer o inimigo a um lugar onde caia em uma armadilha. O objeto principal da tática de emboscada é de capturar as armas e castigá-los com a morte.As emboscadas para deter trens de passageiros são para propósitos de propaganda, e quando são trens de tropas, o objetivo é de eliminar o inimigo e tomar suas armas. O franco-atirador guerrilheiro é o tipo de lutador ideal especialmente para as emboscada porque pode se esconder facilmente nas irregularidade do terreno, nos trechos dos edifícios e dos apartamentos sob construção. Desde janelas e lugares escuros pode mirar cuidadosamente a seu alvo escolhido. As emboscadas tem efeitos devastadores no inimigo, deixando o nervoso, inseguro e cheio de temor.Mas isso, para ele, era pouco. Defendia a ação terrorista, que, segundo dizia, enobrece e honra. Mais um trecho:
A acusação de “violência” ou “terrorismo” sem demora tem um significado negativo. Ele tem adquirido uma nova roupagem, uma nova cor. Ele não divide, ele não desacredita, pelo contrário, ele representa o centro da atração. Hoje, ser “violento” ou um “terrorista” é uma qualidade que enobrece qualquer pessoa honrada, porque é um ato digno de um revolucionário engajado na luta armada contra a vergonhosa ditadura militar e suas atrocidades.Com Marighella, não tinha esse papo de anistia, não! Ele defendia execuções sumárias mesmo. Mais um pouco:
Execuções
Execução é matar um espião norte-americano, um agente da ditadura, um torturador da policia ou uma personalidade fascista no governo que está envolvido em crimes e perseguições contra os patriotas, ou de um “dedo-duro”, informante, agente policial, um provocador da policia.
Aqueles que vão à polícia por sua própria vontade fazer denúncias e acusações, aqueles que suprem a polícia com pistas e informações e apontam a gente, também devem ser executados quando são pegos pela guerrilha.A execução é uma ação secreta na qual um número pequeno de pessoas da guerrilha se encontram envolvidos. Em muitos casos, a execução pode ser realizada por um franco atirador, paciente, sozinho e desconhecido, e operando absolutamente secreto e a sangue frio.


Encerro
Acima, vai a têmpera do herói…


Por Reinaldo Azevedo

http://www.cultura.ba.gov.br/2013/05/23/memorial-da-resistencia-carlos-marighella-em-salvador/
link Memorial da Resistência Carlos Marighella em Salvador

Comentários  
#7 Gaudêncio Sette Luas 30-12-2014 09:12
As FFAA estão sendo NEUTRALIZADAS a partir dos seus próprios Comandantes Militares. Servis ao palhaço do Planalto. INACREDITÁVEL!
Jamais enguli o desaforo do falecido Ulisses Guimarães ao qualificar os então Ministros Militares de "os três patetas" - um ranço de comunista ressurgindo das cinzas.
Porém, devo admitir que os três Chefes (?) Militares de hoje enquadram-se no adjetivo.
Não há reação alguma. Não li qualquer nota de oficiais Superiores e do Generalato, da ativa, posicionando-se sobre a indicação do novo Ministro da Defesa. Medo de cadeia ou de "expulsória"?
#6 Roberto Albernaz 30-12-2014 08:35
É fato como as provocações contra as FFAA são colocadas por essa articulista terrorista.Mini stro da Defesa defensor das idéias de Marighella.Uma realidade para não ser piada.Já não bastasse ter continuísmo desse desgoverno,agor a no comando das FFAA um nojento com idéias revanchista.Gos taria de saber como é que anda a cabeça dos chefes militares com essa indicação.Se ficarem calados,boa coisa não é para os subordinados... pode ter certeza disso.
#5 Carlos Bonasser 30-12-2014 00:57
esse pária nunca foi flor para se cheirar...não tem historia para contar...só crime...vejam seu desgoverno na Bahia com os inúmeros escândalos e patifarias...um salafrário que não tem formação nenhuma é indicado por uma terrorista para o comando da Defesa de um País como o nosso, somente por aqui e com essa gente no desgoverno é que isso pode acontecer...est á na hora de algum Oficial General com culhões para enfrentar essa corja de assaltante e bandidos que vem assolando o brasil em todos os aspectos...o que esse patife tem de formação para administrar um MINISTÉRIO DA DEFESA? Um outro cachaceiro oriundo do partido dos trambiqueiros que até aqui só fizeram trambicagem e roubalheiras... estamos fudi**s...
Abraços
#4 Guilherme Diniz 29-12-2014 22:14
Porra! Ninguém aguenta mais tanto assinte àquele que forjava caráter, no meu caso, quando me recordo com tamanha honra e satisfação dos três anos que vivi na gloriosa EsPCEx! Hoje, desconheço o Exército que está aí! Me perdoem! A passividade daqueles irmãos de farda, hoje, atingindo o Coronelato, é de fazer inveja a monges tibetanos. Até onde vocês estão dispostos a chegar em vossa pronta desmoralização que ideologicamente segue o curso inexorável da aula diabólica-lenin ista?
#3 geraldo magela de al 29-12-2014 17:04
E agora senhores militares? Como sair dessa sinuca de Bico? Onde estão os seus brios e a sua honradez? Não é o limite dos limites as nossas gloriosas FFAA, serem comandadas por um fã e bajulador do facínora Marighella?
#2 Cético 29-12-2014 16:26
O comando suprema da UNASUL deve estar com um pouco de pena, surpreendido com tamanho servilismo e omissão das forças armadas, colocaram um cara que cursou o Colégio Militar, se tivessem colocado jean willis ou marta suplici, tiriricam ou zé dirceu não haveria sequer um pio como não vai haver em relação a esse e nem a nada que possa vir a acontecer.
#1 Paulo Lisiero 29-12-2014 16:05
Aceitar esse indivíduo como comandante das Forças Armadas do nosso país é um acinte, pois além dos atos de corrupção que o cercam, há o aspecto moral relacionado com o seu posicionamento a favor de Marighella, um crápula, ateu, inescrupuloso, sem caráter, que semeava o ódio e a violência e foi um dos maiores sanguinários enquanto líder da ALN, que tanta desgraça nos trouxe nos anos 60. Em nome dos homens de bem, que defenderam a nação brasileira contra a sanha dos terrorista, que defenderam as instituições e lutaram contra esses extremistas, é preciso repudiar essa indicação de JW, apologista de um terrorista como Marighella, cultuado por idiotas mal informados ou deformados de caráter.
Adicionar comentário