Por VaniaLCintra
“... mais cedo ou mais tarde, e gostem vocês ou não, haverá uma paulatina descriminalização e regulamentação do comércio e do uso de psicoativos, com, é claro, a necessária e prévia introdução de um sistema de informação e conscientização sobre o seu uso. Por uma razão simples: o negócio formal também dá dinheiro. E muito. Nos Estados do Colorado e na capital Washington DC, por exemplo, os Estados Unidos já regularizaram a maconha – tal como nosso vizinho Uruguai. Outros países discutem o mesmo, incluindo substâncias mais fortes, em uma discussão de longo prazo. Sabem que a Guerra às Drogas falhou, servindo apenas para controle geopolítico e para fortalecer grupos de poder locais e o tráfico de armas. E, a propósito, se vocês soubessem como historicamente foi definido o que é droga e o que não é, não levariam isso muito a sério.” http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2015/01/17/ao-pedir-pena-de-morte-para-trafico-de-drogas-matamos-junto-a-civilizacao/
---------------------------
    Eu também "de vez em quando não sei de quem tenho mais medo: dos bandidos, dos 'mocinhos' ou de nós mesmos".
    Não diria serem criminosos os que nos dizem que, defendendo "a descriminalização das drogas como parte do processo de enfraquecimento dos traficantes e pelas liberdades individuais" não estarão "defendendo o crime, muito menos bandidos e traficantes". Diria que são apenas idiotas. Os idiotas nos causam mais e maiores danos que os criminosos confessos. E à Justiça não será possível condená-los por apenas serem idiotas.

    Diria ainda que só um absoluto idiota afirmaria que estaremos "matando a civilização" caso não nos manifestarmos todos contra as severas leis que a Indonésia, considerada tão "exótica", mantém contra o tráfico de drogas - leis que, se para ninguém são segredo, muito menos o seriam para alguém maior de idade, plenamente consciente dos seus direitos e deveres, que quis, por vontade própria e sem qualquer necessidade (qual seria a necessidade?), entrar nesse país "com 13,4 kg de cocaína em tubos de uma asa-delta". Se nossa civilização, porém, tiver como base estrutural as drogas alucinógenas e delas depender para poder prosseguir viva... boa coisa não será, e isso qualquer idiota há de perceber.

    Não defendo a pena de morte. Nunca defendi. Os "libertários" transformam e sempre transformaram e transformarão, imediatamente, todo e qualquer criminoso executado pelo Estado em herói, em mártir de "lutas por nossas liberdades" individuais e/ou coletivas, seja qual for a asnice ou a barbárie que ele tiver cometido. Nem defendo a guerra, quando matar será permitido. Defendo que não se trate um criminoso como se fosse virtuoso, que não se trate um Soldado como um criminoso, que não se trate um Estado qualquer, muito menos o nosso, como a extensão do quintal de nossa casa e não se trate uma agressão como se fosse um afago.

    Aos criminosos que justificam seus crimes (alguns deles justificam também os crimes alheios), que, portanto, não têm reversão, a sugestão de alguém que conheço sempre me pareceu e ainda me parece sedutora - deveríamos mantê-los sem correntes e sem grades nas janelas, inteiramente soltos, no arquipélago de São Pedro e São Paulo, cultivando morangos, que seriam trocados, no peso exato da produção, por água potável. Eles provariam a habitabilidade do local, dispensando a presença permanente de sacrificados inocentes na estação científica que ali vem sendo mantida para que ele seja reconhecido internacionalmente como parte do território brasileiro. O que me parece ser uma idéia bastante civilizada...

    VaniaLCintra

Comentários  
#5 Vaulber B. Pellegrin 20-01-2015 17:41
Vania L Cintra, para saber mais sobre o coitadinho brasileiro, que, não tenho dúvidas, logo será mais um entre os tantos pseudo-heróis desse maltratado país.
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-perfil-de-marco-archer-por-um-jornalista-que-conversou-com-ele-4-dias-na-prisao/
#4 Carlos de Carvalho 19-01-2015 19:03
... SOU UM ABSULTO IDIOTA ... Não compactuo com criminosos, NÃDO DEFENDO nem lhes dou... " ESPERANÇAS PARA CONTINUAREM "...
#3 Carlos de Carvalho 19-01-2015 18:46
SOU A FAVOR DA PENA DE MORTE CONTRA O TRÁFICO DE DROGAS, CRIMES HEDIODOS e CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL. Esse blá, blá, blá, no BRASIL é conversa de quem esá interessado nas " defe$a$. muitos, até transgressores ou envolvidos... Quem NÃO DEVE, NÃO TEME...
#2 fim de linha 19-01-2015 15:10
Para não ter que liberar as drogas se terá que matar muita gente no Brasil, coisa difícil de acontecer numa terra onde se cutua a igualdade, se tem vergonha do passado e suas crenças e principalmente se encampou a visão de que "Deus ama os marginais" só não ama o crime...Um povo que começa a pensar assim e o brasileiro já pensa assim a décadas, esta rigorosamente drogado e as drogas como se sabe é caminho sem volta.
#1 Augusto Cesar 18-01-2015 22:48
Prezada Vania Cintra eu sou um dos perfeitos idiotas e defendo sim leis severas, tais severidades foram utilizadas também em Cingapura ou Singapura como queiram , após o fuzilamento de traficantes, políticos corruptos, homicidas e estupradores presos que o pais passou a se desenvolver, remédio drástico e dramático mas em alguns casos infelizmente necessário. saudações um idiota.
Adicionar comentário