Brasília, 15 de janeiro de 2015.
                                            Do: Cel Cícero Novo Fornari
                                                                Ao Sr Cel Chefe da SIP 11.
                                                                Assunto: Doação ao Tesouro Nacional
                                                                                                      “À Pátria tudo se deve dar,
                                                                                                       sem nada exigir em troca,
                                                                                                       nem mesmo compreensão.”
                                                                                                      Ten Siqueira Campos
                                                                                                       (18 do Forte – 1922)
1. Antecedentes
O ano de 2014 terminou de forma melancólica, com o Poder Executivo da República devendo uma fábula de dinheiro. O Caixa não fechou.
Como não lhe falta astúcia, com malabarismos e jogo de cintura, conseguiu “$” convencer “$” o Congresso Nacional, em uma madrugada de triste memória, a aprovar uma lei que transformou a Lei de Responsabilidade Fiscal em letra morta e postergar a obrigatoriedade de terminar o mandato sem dívidas. 2. Minha decisão
Unicamente com o intuito de ajudar, resolvi doar ao Tesouro Nacional parte do meu salário.
Sei que é pouco, mas é de coração.
No meu contracheque, aparece o Código B-17: Salário Família, no valor de R$ 0,16 (Dezesseis centavos) que eu estou doando integralmente ao Tesouro Nacional, por prazo indeterminado, até que essa importância seja modificada.
3. Solicito as providências administrativas decorrentes.
                                                _________________________________
                                                               Cícero Novo Fornari
                                               Coronel do Exército, com muita HONRA.

 

Comentários  
#2 Carlos de Carvalho 22-01-2015 19:30
A MARINHA DO BRASIL NÃO PAGA MAIS ESSES R$ 0,16, NÃO APARECE NOS BILHETES DE PAGAMENTO MAS, MAS, MAS FAZ O REPASSE NAS TAIS PENSÕES ALIMENTÍCIAS.
COMO EXPLICAR O REPASSE DE UMA COISA QUE NÃO SE RECEBE ? PRECISO ENTRAR COM UMA AÇÃO NA JUSTIÇA, GASTAR R$ 3.500,00 com PERDA DE TEMPO, PASSAGENS, etc. PARA ME LICRAR DESSE CÂNCER...
#1 Luis Augusto 22-01-2015 12:06
Olha, se fosse um membro da ingreja universo, com certeza o pastor ou bispo de plantão iria mandar o Sr. para os quintos dos infernos.
Mas como li esses dias, as instituições funcionando como rege nossa constituição.
Adicionar comentário