O PENSAMENTO DO CLUBE MILITAR
Gen Clovis Purper Bandeira
Editor de Opinião do Clube Militar
09 de abril de 2015
O próximo domingo, dia 12 de abril de 2015, promete ser uma data histórica para o Brasil.
Pela Internet, pela imprensa, através de contatos pessoais, de todas as maneiras, os brasileiros livres e democratas, que não aceitam serem controlados pelo governo do PT e seus asseclas, mobilizam-se para, em demonstração pública e pacífica, demonstrarem sua inconformidade com o desgoverno que nos assola.

 

Após a grande manifestação de 15 de março, que mobilizou quase dois milhões de pessoas em todo o país, surpreendendo e assustando o governo federal, esta nova passeata confirmará, com toda a certeza com efetivos ainda maiores, o desespero de nossos concidadãos com o descalabro da situação nacional e com o rápido desaparecimento das ilusórias promessas e falsas conquistas sociais do governo socialista que nos infelicita.

A conta dos delírios inconsequentes patrocinados pela mentira governista chegou, e o povo, como sempre, é chamado a pagá-la com mais impostos e sacrifícios.

Não há mais como jogar a culpa dos desacertos na “herança maldita” dos antecessores no governo. A herança maldita foi causada pela incompetência e desonestidade dos governos petistas, que assaltam os cofres públicos e aparelham os órgãos do estado com cúmplices da esquerda e dos sindicatos pelegos, há mais de doze anos.

A cada dia novos escândalos de corrupção aparecem, já esperam na fila, para serem investigados pelo Ministério Público e pela Polícia Federal, o Ministério dos Transportes e o BNDES, numa roubalheira que ultrapassará – somando tudo, inclusive os trocos do mensalão – a fantástica soma de um bilhão de reais.

Por esse motivo, o Clube Militar, fiel à sua história de 127 anos de lutas patrióticas, solidariza-se com os dedicados brasileiros que irão às ruas de nossas cidades para protestar e exigir o fim da escandalosa corrupção instalada e estimulada pelo governo lulopetista.

Com entusiasmo, mas de forma pacífica, mostremos a todos nossa indignação e exijamos providências do poder público e dos políticos para sanar a dolorosa situação do país.

Em 12 de abril, em ordem e em paz, todos às ruas!

Comments powered by CComment