Por Carlos Leger Sherman Palmer
As demonstrações de brasilidade, diante dessa situação de caos do nosso país, não são privilégio das capitais. Muitas cidades menores do país se organizaram no dia 15/3, e mostraram que fazem parte desse todo, que não se conformam com o estado lamentável que deixaram o Brasil nesses 12 anos petistas. Todos nós vamos sofrer ainda mais com os desatinos desse desgoverno, que prati cou um sórdido estelionato eleitoral, enganando a tantos brasileiros que acreditaram nas mentiras vergonhosas assacadas durante os debates.
Sua vida, sua propriedade e seu bem estar estão ameaçados todos os dias, e tiram dos nossos bolsos, em impostos, o dinheiro que nós ganhamos com o trabalho honesto, e que deveriam devolver com os serviços sociais - não falidos -, que teriam a obrigação de prestar. As nossas chances de progresso pessoal e profissional estão cada vez mais limitadas. É um país desacreditado e sem rumo.

 

Aí está, para nosso desespero, inflação desenfreada, paralização geral da indústria, comércio fechando as portas, desemprego crescente, Petrobrás devastada, PIB ridículo de 0,1%, professores mal remunerados e com salários atrasados, o abandono do FIES, o baixo desempenho do Enem, o IDH mais baixo dos últimos anos, fuga dos investimentos externos, bolsa de pagamentos negativa, in sistência com os 39 ministérios inoperantes, novos dados da corrupção explodindo a cada dia, cada vez que levantamos a tampa do lixo institucional, aposentados sem aumentos, bolsa família com elevados aumentos (?), insegurança geral dos trabalhadores, indústria automobilística à beira da falência, com os pátios superlotados, governo fragilizado e sem rumo, PMDB se descolando da base aliada do PT.

Dilma declarou nos debates, que os fundamentos econômicos eram robustos, que a oposição era golpista, e mudou tudo ao tomar posse. E onde estão as reformas prometidas? Não nos esqueça mos do mensalão, quando a cúpula do PT foi toda para a cadeia, e agora do vergonhoso Petrolão, organizado pelos petista segundo o seu ambicioso projeto de poder.

E qual a consequência de tudo isso? Tome aumento dos impostos, das tarifas de água, da energia, das comunicações, dos alimentos, do combustível, de TUDO (e vem mais ...). Além disso, a Pátria Educadora acaba de cortar 20% do orçamento da Educação. QUE PAÍS É ESTE???

É assustador imaginar que o Brasil está mergulhado nessa grave crise sem que o governo reconheça os seus erros. Ao contrário, continua agindo com a costumeira arrogância, desafiando todos nós, de todas as cidades, a irmos para as ruas mostrar que somos povo e exigimos a tomada de decisões sérias e objetivas, para salvar o Brasil e reorientar o nosso futuro.

Brasileiros de todos os rincões, de todas as cidades, de todos os vilarejos, não podemos nos furtar a fazer a nossa manifestação de repúdio a tudo isso que afeta igualmente a cada um de nós, indi ferentemente de classes sociais. É hora de mostrar que não somos acomodados, somos brasileiros atentos, vibrantes e indignados, e estaremos, sim, incorporados a esse gigantesco movimento cívico de salvação de nossa pátria, no próximo domingo (12/04), como estivemos, orgulhosamente, no dia 15/03.

Concitamos as lideranças dos municípios, de todas as atividades e classes sociais, a se movimentarem ativamente através da internet, fazendo um grande chamamento para todos os seus conta tos. Vamos acionar a Maçonaria, as Associações Comercial, dos Professores, dos Médicos, dos Funcionários Públicos, enfim, todos os grupos representativos da cidade. Vamos dar a nossa demons tração de Força Patriótica. Vamos para a praça com camiseta verde ou amarela, bandeiras desfraldadas e faixas contra esse desgoverno (contra a corrupção, a inflação, os impostos extorsivos, o desemprego, os desmandos, a falta de vergonha dos dirigentes, etc.. A principal delas: “ELES NÃO ENTENDERAM NADA!!!” .

Os nossos descendentes, com certeza, vão se orgulhar de cada um de nós que dermos presença nas ruas, seja com Sol ou com chuva!

Comecem a se preparar e a divulgar a partir de agora. Será a nossa grande chance de responder a Lulla, que declarou que a Manifestação “seria um fiasco”.

“O BRASIL ESPERA QUE CADA UM CUMPRA COM O SEU DEVER!!!”

DIA 12/04, todos na rua!

Carlos Leger Sherman Palmer

Adicionar comentário