O Comando Militar do Leste (CML) lamenta informar o falecimento do General de Exército Leônidas no dia de hoje, 4 de junho de 2015. O velório acontecerá dia 6 de junho, próximo sábado, no Palácio Duque de Caxias, das 8h30 às 11h30, e a cremação será a partir das 13h no Crematório São Francisco Xavier, no bairro do Caju, Rio de Janeiro/RJ.

Natural de Cruz Alta/RS, o General Leônidas Pires Gonçalves nasceu em 1921 e foi declarado aspirante-a-oficial de Artilharia em 1942, na Escola Militar do Realengo. Serviu no 6° GMAC, na cidade de Rio Grande/RS, onde integrou o contingente de cerca de 2 mil homens que fizeram a guarnição do litoral sul do Brasil durante a Segunda Guerra Mundial.

Foi o primeiro colocado de sua turma na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) e, em função disso, recebeu a Medalha Marechal Hermes de prata dourada com uma coroa. Como Coronel, comandou o 2º Regimento de Obuses – Regimento Deodoro, em Itu/SP.

Como oficial general, foi chefe do Estado-Maior do I Exército no Rio de Janeiro (1974-1977) e também Comandante Militar da Amazônia. No período de 23 de dezembro de 1983 a 8 de março de 1985, foi Comandante do III Exército, em Porto Alegre/RS.

Tancredo Neves o designou para ser seu Ministro do Exército. Após o falecimento de Tancredo, permaneceu à frente do Ministério durante os cinco anos do governo de José Sarney (1985-1990). Desenvolveu projetos como a FT-90 (Força Terrestre 1990), que permitiram a modernização do Exército Brasileiro, que dentre outras coisas adquiriu a sua Aviação.

Ao longo de sua carreira exerceu inúmeras funções de destaque. O General Leônidas deixa esposa, 2 filhos, 4 netos e 7 bisnetos.

Respeitosamente,

 

Comentários  
#11 Of SIP Refo 11-06-2015 15:06
VIVAM OS ARTILHEIROS DO BRASIL! 10 JUN 2015
"O MAIS ALTO VALOR DE UMA NAÇÃO, VIBRA N`ALMA DO SOLDADO, RUGE N`ALMA DO CANHÃO!"
#10 OF SIP REFO M.O. 08-06-2015 08:13
Que saudades, Cmt rigoroso, porém afável no trato e com rara inteligência, soube nos comandar (MANDAR COM)! Por isso mesmo continuou por cinco anos Ministro do Exército, no governo SARNEY, que, junto aos demais os reverenciamos, com gratidão, respeito e consideração - Afinal são 94 anos de vida nos defendendo até das insinuações da CNV (inverdades) (etc, etc, etc, etc) - DEUS ESTÁ VENDO - OBRIGADO MARECHAL -NOSSAS CONDOLÊNCIAS À FAMÍLIA!
#9 Valdeke Silva 07-06-2015 12:47
A cada Militar morto, o Brasil fica menos patriota, pois hoje quase ninguém tem a noção de Pátria. Meus pêsames á família do Gen. Leônidas.
#8 Barbara 06-06-2015 20:44
Meus mais profundos sentimentos à família pelo falecimento de um dos mais brilhantes e honrados Generais do Exército de Caxias. Perde-se um grande Homem e um grande militar.
#7 G 06-06-2015 15:05
Todo o meu sentimento aos familiares.O país perde um grande líder,que ainda será reconhecido como verdadeiro condutor do país à democracia.Se Ulysses um dia manifestou sua mágoa por não ter sucedido Tancredo,por outro lado concedeu todas as reivindicações das FFAA na Constituinte de 88.Ninguém sequer ousou ir contra as reivindicações de uma Força altiva,moderna e operacional.Nos sa maior homenagem seria retirar o nome do Ministro da famigerada Comissão da meia verdade ou lutar pela extinção da mesma.Repito,o país perdeu um de seus grandes líderes,ainda em atividade com suas palavras corajosas e altivas.
#6 Fernando Fernandes 06-06-2015 12:26
Nos deixou um militar de escol e que sempre exerceu suas funções com honestidade e amor ao Brasil.
A família enlutada, meus sentimentos
Fernando Fernandes
#5 Dalton C. Rocha 05-06-2015 14:48
Em 1987, o deputado Ulisses Guimarães chamou o general Leônidas Pires Gonçalves e seus colegas ministros da Aeronáutica e da Marinha do Brasil de "TRÊS PATETAS" e desde então, os militares brasileiros tem servido apenas para lamber as cuecas de marxistas, recheadas de dólares e dar medalhas a agentes cubanos; grandes inimigos do Brasil. Sob este chará do grande e corajoso Leônidas da Grécia Antiga, nem sequer existiam verbas para pagar pela alimentação dos recrutas, enquanto saiam bilhões de dólares para os regimes antissemitas de Cuba, Iraque, Nicarágua, etc. Sob Leônidas P. G. matou-se a indústria de blindados e de alta tecnologia do Brasil. Ao final da administração de Leônidas P. G. no Exército Brasileiro , nossos generais ganhavam menos que os lixeiros de Nova Iorque. E vem uma coisa destas, para bajular Leônidas P. G. Como falou Cícero há mais de dois mil anos: "Oh tempos! Oh costumes!"
#4 jaime edmundo dolce 05-06-2015 14:13
foi,um grande,patriota ,sentimentos,a familia.
#3 Joaquim SantAnna da 05-06-2015 07:51
Nesta data, o Brasil fica mais pobre, pois perdeu um grande patriota, homem dedicado ao exercito e ao pais, condolências não só à família como também a todos que querem a felicidade e o progresso desta nação, atualmente tão vilipendiada por esta corja que através de falcatruas e outros desmandos se aboletou no governo desta nação.
#2 Robson Merola de Cam 05-06-2015 07:31
O General de Exército Leônidas Pires Gonçalves foi um oficial que sempre soube honrar a farda que vestia e nunca teve vergonha da sua história. Que a terra lhe seja leve e que Deus conforte a sua família enlutada...
#1 Celso Anaruma 04-06-2015 22:57
Meus pêsames a família.
O Brasil perde um dos grandes homens do seu tempo, perde parte da história viva e lucida vivida no seculo passado. Foi um grande soldado e fiel servidor do Brasil. Uma de suas raras entrevistas desmontou as mentiras contra os militares e nunca foi desmentido. O Brasil ficou mais pobre.
Adicionar comentário