Leônidas Pires Gonçalves usou frase de rei espanhol a Chávez; ele participa de reunião do Clube Militar no Rio - Por Adriana Chiarini - de O Estado de S.Paulo
RIO -
 O ex-ministro do Exército no governo José Sarney, primeiro governo civil depois da ditadura militar, Leônidas Pires Gonçalves, disse em entrevista coletiva durante evento no Clube Militar, no Rio, que o presidente Lula deveria dizer aos ministros da Justiça, Tarso Genro  e da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vanuchi , "aquela frase já conhecida no mundo: por que não te calas?".

Texto completo

Ele citou a frase do rei espanhol Juan Carlos, dirigida ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez. O general reformado disse ter ficado decepcionado com o comportamento dos ministros que, na sua opinião, "tentaram equivocadamente renovar o confronto ideológico superado nos anos 60 e 70".

De acordo com ele, os ministros "deveriam ser mais patriotas". Ele considera que Tarso e Vanuchi "tentaram transformar em problema nacional um recalque pessoal de derrotados ideologicamente".

Gonçalves não quis comentar insinuações de golpe feitas por um advogado participante do evento. "Desculpe, não ouvi", afirmou. Ele comentou que durante a sua gestão como ministro, a meta era reforçar o profissionalismo e a modernidade do Exército com afastamento das armas das atividades políticas. "O Exército não foi feito para politicagem, mas para defender os interesses grandes do Brasil", afirmou.

Adicionar comentário