E-MAIL RECEBIDO DE UM PRAÇA DO EB:
PARA CONHECIMENTO DOS PRAÇAS DO EB, RELATO O QUE TESTEMUNHEI NESTA QUARTA FEIRA, 22 DE JULHO DE 2015.
Chegada a hora do almoço, como de costume, o Exmo Sr Cmt EB Gen Villas Boas, avisa que vai ao almoço. Logo os acompanhantes rotineiros o seguem, mas estranham o rumo tomado
- Excelência, o refeitório é naquela direção.
Gen: não vou almoçar la hoje. E continuou um trajeto na direção do bloco de refeitórios fora do bloco do Gab Cmt EB. Enquanto isto transcorria, alguém já havia acionado a BAdm do QGEX e o barata voa, uma vez que o Cmt de certo iria almoçar com seus Oficiais no respectivo refeitório.

Contudo, o que não nos causou espanto, a nós praças do QGEX, o Gen adentrou ao rancho de ST/Sgt, como se um de nós fosse, cumprimentando com aperto de mão a todos, como sempre o faz e se servindo na nossa linha, com nosso prato, nosso talher, dispensando todas as prerrogativas a que faz jus e que lhe foram ofertadas naquele momento, como equipe de serviço, pratos e talheres apropriados a sua posição, bem como mesa separada para o mesmo e acompanhantes.

Mas acreditem, meus amigos, não foi visto só por mim, ele simplesmente agiu como o grande comandante que sempre foi, permaneceu com sua tropa, continuou a cumprimentar, sentou onde quis, com quem quis, enquanto almoçava conversava com todos ao redor. Era possível perceber como aquele militar se sentia bem com sua tropa e com a comida, sem requintes, mas de muita qualidade, tanto no preparo quanto no sabor, que é a nossa do QGEx.

Com este relato, compartilho com a ponta da linha o comportamento do nosso Cmt, que não chega a tropa, mas que somado as declarações e posicionamentos, tornados públicos, do nosso Cmt, nos permite ter uma visão de um novo EB que se desenha a cada dia, com um líder que comanda do centro e não de fora. O sentimento que temos aqui é de tranquilidade quanto a ocorrência de mudanças positivas pra força e plena confiança na capacidade e compromisso do nosso Cmt.

__._,_.___

 

Comentários  
#7 Baby e nana vale 04-08-2015 00:09
Para intervir no caos que virou o Brasil,não é necessário o povo pedir. Porque o exército está deixando tudo correr normalmente? E as declarações do comandante villas Boas, dizendo que está tudo bem no Brasil?
#6 Valdeke Silva 29-07-2015 15:53
Eu me pergunto, como uma instituição que tem comandantes que cultuam os mais altos sentimentos de nobreza e honradez, pode deixar que embusteiros como Lula, Dilma Rousseff e todos este pessoal do PT faça o que estão fazendo com o Brasil? Não precisa tomar o poder, mas se manifestem contra este tipo de gente,este comportamento passivo não condiz com a tradição das FFAA.
#5 Luis Augusto 27-07-2015 09:37
Parabens General, mas não ha novidade nenhuma nesse ato, em 1979 tendo o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, como comandante do 16 GAC, varias vezes ele se sentou com os soldados,Lembra disso coronel.
Neste momento de gravidade institucional, renovo minhas convicções quando do juramento a Bandeira.
#4 Lopes 27-07-2015 08:32
Parabéns ao nosso Cmt do EB, infelizmente nos meus quase 33 anos de caserna não vi algo semelhante. Que sirva de exemplo à Cmt de OM que vivem dentro de seus PCs com o nariz em riste apontado para o céu. E que, também, não fique apenas nesse gesto - almoço com os praças - mas naquilo que a família militar mais precisa: PLANO DE CARREIRA E SALÁRIOS DIGNOS!
#3 Lezziero 26-07-2015 20:15
Oficial de alta estirpe, filho de militar conhece a caserna desde a infância, aprendeu a cultuar os valores e os símbolos nacionais. O Gen. Villas Boas ingressou no Exército a 48 anos e assumiu o comando da Força em 05 de fevereiro de 2.015, é o grande comandante, o grande líder de um Exército cuja força está na preparação dos seus integrantes, na atuação altamente profissional do Corpo de Tropa, no empenho e dedicação de cada um dos oficiais e praças no âmbito das unidades em todo o território nacional, onde tremula hasteada a bandeira do Brasil, nos mais longínquos rincões da pátria.
#2 Jussara Gomes Ribeir 26-07-2015 19:55
:lol: SENSACIONAL.
#1 Paulo Ranzollin 26-07-2015 17:37
Se minhas palavras conseguirem chegarem aos olhos, ou ouvidos do Comandante, e se fizer diferença, quero que ele saiba que eu, do alto dos meus 60 anos de idade, revoltado por tudo que tenho visto em minha vida (principalmente com o silêncio da Caserna, em relação aos maiores vagabundos que já estiveram, e ainda estão, no Planalto, ou, os marginais petralhas, através de uma de suas maiores criminosas, e maior mentirosa, ou esta tal de Dilma. A psicopata que quebrou o 1,99, lá no centro de P. Alegre.), fiquei muito feliz. Feliz como uma criança, ou seja, de sentimento puro. Oxalá tenhamos um homem, de verdade, que não seja mais um espertalhão lesa-pátria, na mais alta cadeira de nosso tão amado Exército Brasileiro, digo, o nosso exército, ou, aquele de homens como o General Médici, e outros do altíssimo naipe deste. Paulo
Adicionar comentário