Saúde do Cel Ustra 
Sem condições para responder a todos os e-mails que temos recebido com perguntas sobre o estado de Saúde do meu marido, vou tentar resumir sua situação . Carlos Alberto, no final de abril, por conta de um infarto que não deixou sequelas, ficou internado no HFA por 12 dias - 4 dias na UTI-, voltando em seguida para casa.
Sempre cuidadoso com a saúde, continuou então seu tratamento de rotina para controlar seu PSA que vinha apresentando aumentos significativos.
Em fins de junho, já com o PSA muito alto, foi feita uma biópsia que diagnosticou um câncer.
Encaminhado imediatamente, por um urologista para um oncologista, fez uma cintilografia óssea , onde apareceram células neoplásicas em alguns pequenos pontos.

 

Começou a corrida contra o tempo. Foram planejadas seis sessões de quimioterapia. Na segunda sessão foram necessárias duas transfusões de sangue e procedimentos de reidratação. Na terceira sessão , já com as imunidades baixas, teve febre alta e foi internado no Hospital Santa Helena – UTI , com acompanhamento do oncologista. Refeito foi para o quarto , mas três dias depois teve que voltar para a UTI . Era o início de uma pneumonia, imediatamente combatida . Porém nova complicação , devido à baixa imunidade, Seu estado é grave. Está entubado para facilitar a sua respiração e sedado. Seus sinais vitais estão dentro da normalidade e hoje , recebi na primeira visita da manhã , a notícias de que seu organismo começa a reagir positivamente aos antibióticos. As visitas estão restritas a 4 familiares.

Emocionados com a corrente de preces dos amigos antigos, dos amigos virtuais que são muitos, e com muita fé em Deus, estamos certos de que teremos nosso ente querido de volta á casa , brevemente ao nosso lado.

Não poderíamos deixar de nos pronunciar, pois estamos profundamente agradecidos:

Pela atenção recebida na Oncovida , por seu médico particular Dr Paulo Sérgio Lages, acompanhando-o, no hospital, diariamente, duas vezes ao dia;

Pela dedicação dos médicos, enfermeiros e técnicos do Hospital Santa Helena;

E, especialmente, ao Exército Brasileiro - Braço Forte Ombro Amigo -, que, prontamente, assim que soube de sua internação, se colocou a disposição para o que precisássemos e têm estado sempre nos dando apoio moral e conforto.

Atenciosamente

Maria Joseita S. Brilhante Ustra

PS: Na visita das 16:30 horas ele apresentava uma pequena melhora e inclusive já estava com todos os sinais vitais praticamente normalizados, e já começavam a retirar a sedação e o tubo que levava oxigênio aos seus pulmões. Ao ouvir nossas vozes, já tentava abrir os olhos.

PS 2 - Na ânsia de ver meu marido sem o tubo de oxigênio , respirando totalmente por suas próprias forças, cometi um engano. Ele continua entubado , mas usando apenas 30% de auxílio da máquina, 70% do oxigênio que inspira já é com seu próprio esforço . Sua melhora é lenta , mas graças a Deus progressiva. Na visita da tarde terei maiores informações recebidas pela equipe que o assiste.
Mais uma vez nossos agradecimentos aos amigos que continuam enviando mensagens de várias partes do Brasil e do exterior.

Adicionar comentário