Por General Marco Antonio Felicio da Silva.
Morreu hoje, 15/10/15 um herói que merece a nossa continência, devidamente perfilados, pelo seus feitos contra a canalha comunista em defesa da liberdade que todo o Povo brasileiro hoje desfruta.
Lutou o bom combate em tempos de guerra e de paz.
Ao analisar a sua trajetória, torna-se difícil encontrar palavras para traduzir a dimensão de sua figura como Homem nos diferentes papéis que viveu. Como chefe de família exemplar ao lado de D.Joseita, sua fiel companheira de todas as horas, guerreira impar; como cidadão leal a sua Pátria e como guerreiro de grande coragem moral e física ao enfrentar terroristas, tresloucados ideológicos, iniciadores de uma guerra fratricida.

Por sua tenacidade e sucesso, foi perseguido e vilipendiado de todas as formas por seus algozes que não perdoaram a sua serenidade, a sua pertinácia e a robustez de sua verdade ao enfrentá-los. A todos derrotou, tornando-se um ícone para os seus camaradas, amigos e irmãos de escolha.

Aos que o abandonaram em horas difíceis, ferido no campo de batalha, e que gozam da liberdade pela qual lutou, o nosso eterno desprezo.

Que o bom Deus o acolha em seus braços, enviando-o para o paraíso dos guerreiros, recebido pelos artilheiros que o antecederam com uma salva da Artilharia Revolver celestial.

Saibam todos que os seus camaradas, amigos e irmãos de escolha lamentam profundamente a sua partida e não deixam de afirmar que se orgulham de tê-lo como um exemplo a seguir, cultuando os mesmos valores e ideais.

 

 

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar