Ministério da Defesa exonera general que criticou governo
No lugar de Antônio Hamilton Martins Mourão assumirá Edson Leal Pujol
por Renata Mariz - O Globo29/10/2015 
O general Antônio Hamilton Martins Mourão - Divulgação / Exército Brasileiro
BRASÍLIA — O Ministério da Defesa exonerou o general Antônio Hamilton Martins Mourão do Comando Militar do Sul. Ele foi transferido para a Secretaria de Economia e Finanças da pasta. A mudança ocorreu depois que Mourão, em palestra dada em 17 de setembro no Rio Grande do Sul, criticou políticos e disse que a saída da presidente Dilma não altera o “status quo”, mas que seria “o descarte da incompetência”, entre outras declarações.

As declarações, muitas delas apresentadas em slides, causaram mal-estar no ministério. O comandante do Exército recebeu carta branca para resolver a situação. Nesta quinta-feira foi oficializada a transferência do general.

Pesou ainda contra Mourão o fato de, depois do episódio da palestra, ele ter estimulado integrantes do Comando Militar do Sul a fazer homenagens ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do órgão repressor da ditadura militar, que morreu este mês. Quem assumirá o lugar de Mourão será o general Edson Leal Pujol, que foi comandante das tropas brasileiras no Haiti.

Comentários  
#9 carlos alberto brand 13-02-2016 11:51
ai mourão, abra o bico contra estes canalhas no governo. Em 1964 andei por onde quis e quando quis e nunca me pediram documentos.mas também é verdade que não roubei banco ou sequestrei diplomata. Se não gostavam do regime lutassem na politica enão no terrorismo como fizeram em 1970. Bolivarianos de merda, cadeia neles exercito. continecia á quem sempre defendeu este pais, acertaNDO OU ERRANDO MAS SEMPRE COM A OPÇÃO DE FAZER O MELHOR PARA O POVO E NÃO PARA SI MESMO COMO QUEM TEM SITIO OU DUPLEX
#8 João Pereira Alvim 30-10-2015 15:45
Quero expressar meu apoio incondicio-
nal ao gal.Mourão, pelo seu manifesto muito
oportuno.
#7 Fernando Fernandes 30-10-2015 14:33
O direito de se manifestar está previsto na Lei Maior.
As declarações do General Mourão exprimem os seus pontos de vista e, não deveriam ser objeto de censuras.
#6 Marcelo 30-10-2015 13:07
Meus sinceros agradecimentos ao General Mourão pelas palavras que estão engasgadas na garganta de muitos brasileiros, chega de tanta incompetência e corrupção. E obrigado por lembrar de homenagear o Coronel Ustra, nada mais que uma obrigação.Brasi lLLLLLLLLLLLLLL L!!!!!!!!!!
#5 Dalton Catunda Rocha 30-10-2015 10:51
O Gal. Mourão perdeu seu cargo mas, ele deu seu recado e mostrou, que ainda existem lideranças militares nos quartéis.
#4 Elias 30-10-2015 09:14
Parabéns ao nobre General,na ativa e honrando o verde oliva que tanto orgulho nos faz e "fará".
#3 Francisco Cioffi 30-10-2015 00:24
Estamos numa ditadura, numa plutocracia em que os militares não podem externar as suas opiniões e o que pensam de toda essa incompetência, corrupção e destruição da economia da nação ! É o cumulo ! Quando surge um General com a hombridade de admitir tudo isso, ainda é exonerado do cargo ! Parabéns pela sua fala General Antônio Hamilton Martins Mourão.
#2 Ricardo A 29-10-2015 22:42
Com um ministro da defesa comunista, o que mais esperamos ? Não suporta críticas.
#1 Carlos I.S.Azambuja 29-10-2015 22:26
Uma indignidade!
Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar