Imprimir
Categoria: MST
Acessos: 1526

 

Manifestantes invadem Ministério da Reforma Agrária
02/02/2016
Protesto de movimentos sociais trava o trânsito no Eixo Monumental, em Brasília. Os grupos queimaram alguns pneus na pista e integrantes da Frente Nacional de Lutas (FNL) invadiram o Ministério do Desenvolvimento Agrário.
Vidros do prédio foram quebrados para forçar a entrada no prédio 
Cerca de 100 manifestantes da Frente Nacional de Lutas (FNL) invadiram o Ministério do Desenvolvimento Agrário, em Brasília. Segundo a Polícia Militar, vidraças foram quebradas pelos integrantes do movimento social para forçarem a entrada. A Polícia Militar monitora os manifestantes. A ação é um protesto por reforma agrária no país

.

 

Por volta das 7h15, um grupo ocupou todas as faixas do Eixo Monumental e queimaram pneus, causando um grande congestionamento na via. Policiais militares fizeram um desvio na Rodoviária do Plano Piloto, no sentido Congresso Nacional, para que os carros seguissem pela Asa Norte. O Corpo de Bombeiros também foi acionado. Por volta das 7h55, a PM liberou o trânsito, mas o fluxo de veículos ainda era intenso.

Nesta terça-feira , integrantes do Movimento dos Brasileiros Sem-Teto (MBST) e da Frente Nacional de Luta, Campo e Cidade (FNL) ocuparam a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Segundo os manifestantes, 200 pessoas ocuparam o espaço. A Polícia Militar apontou 400. Representantes dos mesmos movimentos também haviam montado acampamentos em frente ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, na Esplanada.

Assim como a ação de hoje, vidros do prédio do Incra foram quebrados, faixas com frases em repúdio ao governo Dilma Rousseff foram colocadas na fachada, e a entrada de servidores foi barrada. Em perfil do Facebook, o instituto afirmou que além da superintendência em Brasília e no Entorno, os manifestantes ocuparam prédios Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Manifestantes colocaram bandeiras do FNL na entrada do prédio