Meu nome é Elvio Rabenschlag. Moro em Santa Maria-RS e sou professor aposentado da UFSM e tenho 76 anos. Conheço a Glaucia, colega de universidade assim como conheci o irmão mais novo do Coronel Ustra, cujo nome não recordo pois o chamávamos de "Bandinha" que infelizmente morreu em acidente de carro.

Acabo de ler "A Verdade Sufocada".

Quando aconteceu o movimento de 1964 eu tinha 23 anos e trabalhava na Rádio Medianeira enquanto cursava Engenharia para sustentar meus estudos. Portanto era bastante informado dos acontecimentos anteriores, durante e pós 1964.

{jcomments off}

 

Naquela época eu já percebia claramente a política que estava em andamento desde o governo Jânio Quadros. Nunca tive dúvidas de que o comunismo era a meta a ser alcançada. Sempre me opus a essa política pois me interessei por ela quando Fidel Castro tomou o governo em Cuba, em 1959.

 

Concordo integralmente com o conteúdo do livro do Coronel Ustra. Lamento não ter podido apertar-lhe a mão e agradecer o seu trabalho em prol da democracia. O Brasil deve muito a esse brasileiro e à muitos outros que hoje também são injustamente execrados. Mas foi um bravo soldado das nossas FFAA e a história, com o tempo, há de fazer-lhe justiça. As coisas já estão mudando, lentamente, mas estão.

 

O mínimo que posso fazer e estou fazendo é me manifestar na mídia contra essa onda esquerdista que assola nosso pais. Quanto ao livro divulgo-o de todas as maneiras que posso, comentando com amigos e dando de presente, principalmente para os jovens conhecerem o que verdadeiramente aconteceu.

 

A senhora, bem como sua família, podem se orgulhar e muito do Cel.Carlos Alberto Brilhante Ustra, um verdadeiro herói da pátria.

 

Um grande e respeitoso abraço a Senhora pelos sofrimentos passados ao lado desse grandioso homem.

 

Obrigado pela atenção.

 

Elvio Rabenschlag

 

Rua Cel.Niederauer, 605   -   Santa Maria-RS

 

Comments powered by CComment