Caros amigos, vejam só:
"Brasileiro é a favor do combate à corrupção nos outros, não nele"
(Lula da Silva)

Esta é a principal razão da popularidade do Lula. Os brasileiros se corromperam. A corrupção passou a fazer parte da cultura nacional. Para se dar bem há que meter a mão no do alheio, principalmente se o alheio for genérico, isto é, a sociedade, o Estado, a União, o governo...

Texto completo

Dizem seus fãs: "O Lula não é ladrão, nem corrupto, seu filho e seus amigos é que são". Caramba! O filho foi educado por ele, deve ser um retrato do pai! E o velho ditado do "dize-me com quem andas e te direi quem és"? Foi pro saco?


O Lula é o herói bandido que não fala a língua do povo, mas a de um povo corrompido e descrente da virtude. Por que tantos querem fazer concurso público? De onde saiu esta vontade de ser "Servidor do Estado"?


Não acredito na existência de homens sem virtudes. O Lula as tem. A principal é a inteligência. Realmente não é burro. Inculto sim, mas burro não! Ele conhece e sabe usar a deturpada cultura popular.
O Brasil deve voltar a ser, segundo os entendidos, na crise, a 8ª economia do mundo. Ótimo, bravo! "A equipeconômica" tem feito a coisa certa. O PIB tem correspondido à competência do Meirelles e, ao mesmo tempo, à expectativa dos matemáticos arrecadadores de impostos e dos "cumpanhero" encarregados de distribuir a renda dos pagantes (não sem antes tirar o seu) para a compra da dignidade dos miseráveis, encurralados pelo bolsa esmola, pelas cotas e outros assistencialismos de fachada populista!


Todo o mundo sabe das maracutaias que envolvem estes e outros processos e que se transformam em pizza do dia para a noite, mas o carisma "robinhudiano" do bom ladrão faz com que a maioria aceite isto como norma e alimente a esperança de, um dia, também poder meter a mão e se dar bem, como o filho e os amigos do presidente.


A popularidade do Lula é comprada. A massa da sociedade está moralmente doente, corrompida!
É o que penso, infelizmente.
PChagas

Adicionar comentário