Por Maria Joseita Silva Bril
  
  Imaginem, membros da Comissão da Verdade, o que
  sente cada um dos familiares desses 120 mortos
 ao saber que o "outro lado" não será investigado !...
 Ou melhor, que foram premiados ! 
 Ao notar que seus entes queridos continuarão sendo
 ignorados e seus nomes varridos para baixo dos 
 tapetes da Esplanada !...
 Não é o dinheiro que vai satisfazer esses familiares,
 mas o reconhecimento da sociedade . Eles morreram
 sem trair a Pátria...
hante Ustra - editora do site www.averdadesufocada.com 
Contribuição para a Comissão da Verdade 
Leiam na Portaria abaixo e calculem... Cada morte que "Clemente" declara ter cometido - 10 assassinatos - rendeu a ele R$ 57.741,68. No total, os dez assassinatos  renderam mais uma pensão vitalícia de R$ 4.037,88 , como Terceiro-Sargento do Exército. 
Esses atrasados e essa quantia mensal foi concedida como indenização por ter desertado, ter participado, segundo ele, de todas as ações da ALN,  nunca ter sido preso, ter  declarado que entrou para o Exército para aprender as técnicas empregadas pelos militares para combater a guerrilha urbana e aplicá-las contra esse mesmo Exército que o abrigou em suas fileiras. Enfim, um traidor de seus companheiros, de seus chefes, do Exército que o acolheu e de sua Pátria !
No vídeo  onde Clemente comenta o filme sobre Marighella ele declara que não puderam falar sobre os crimes que cometeram , o que aconteceu com a famigerada "Comissão da Verdade"  que omitiu os atos terroristas que eles cometeram.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar