POR QUE VOTAREMOS EM JAIR BOLSONARO
Manifesto de Engenheiro(a)s graduado(a)s pelo ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica
Nós, um grupo de cidadãos e cidadãs brasileiro(a)s abaixo assinado(a)s, engenheiro(a)s graduado(a)s pelo ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica, uma instituição educacional que há mais de 60 anos é motivo de orgulho para o País, vimos por meio deste manifestar nossa decisão de votar em Jair Bolsonaro para Presidente da República.
A chave para melhorar o Brasil não está só na Política, mas faz parte dela. A chave para melhorar o Brasil está no Povo brasileiro, cujo desenvolvimento vem sendo retardado pela ideologia marxista-gramscista do PT e dos outros partidos de esquerda que dominaram o País nos últimos 16 anos! Tudo o mais é consequência.


Apenas um dos candidatos fala do Povo e de suas limitações: Jair Bolsonaro. Todas as maiores polêmicas de sua trajetória giram em torno de assuntos humanos: a criminalidade, a ideologia de gêneros, a educação infantil, as cotas raciais, o LGBT, o feminismo radical, a família, a religião, as drogas. Lula se considera o "pai dos pobres," mas usa os pobres como massa de manobra, dando-lhes dinheiro e comida, mas mantendo-os na dependência do estado. Todos falam da Educação formal, mas não da educação familiar. Falam do salário dos professores, mas não do interesse da população pela aquisição de conhecimento. Desprezam o fato de que 30% da população brasileira é analfabeta funcional. Não se importam que a cultura novelesca e do politicamente correto substituiu a cultura do conhecimento. Bolsonaro e seu vice Gen. Mourão falam o que falam porque conhecem profundamente o Povo brasileiro.

O impeachment da Dilma e a prisão do Lula pareciam sinais definitivos de que o Brasil, finalmente, dava os primeiros passos para um futuro mais confiável e melhor. Ledo engano. Lula continua dando as cartas no jogo político e sua influência volta a ser uma grande ameaça ao País. Não se deve subestimá-lo. Se em 2002 ele estava apenas tentando a eleição, agora ele é um animal ferido e vai querer se vingar de quem o pôs na prisão. Lula é inimigo mortal do Brasil republicano. Sua ambição não tem limites. Não passa um dia sem que alguma decisão exótica a favor dele aconteça.

Este embate eleitoral não será só entre os candidatos. Será um embate entre os movimentos nacionais e internacionais de esquerda, e o futuro do Brasil. O nosso defensor nesse embate deve colocar o País acima de si mesmo. Deve ter caráter. Deve ser honesto e humilde. Deve conhecer o lado mau, mas também o lado bom do Congresso para saber com quem contar. Deve ser corajoso. Seus auxiliares devem ser escolhidos por competência. Deve estar acostumado a premiar por méritos não pela malandragem. Deve conhecer o País, seus recursos, sua história, seus problemas e falar em soluções de fato, sem ter de mentir quando essas soluções não agradem a todos. Acima de tudo deve conhecer seu povo para poder uni-lo e torná-lo produtivo e mais feliz. Economia? Claro, mas um país dividido não cresce. Por isso o nosso futuro presidente deve ser um líder de direita meritocrática, não só anti-Lula, mas acima de tudo capaz de unir o povo e restaurar a base da sociedade: a família brasileira.

A eleição de Jair Bolsonaro trará uma drástica mudança nas discussões políticas do País. Nenhum dos outros candidatos tem convicções como ele sobre o que é preciso fazer para pôr ordem no País. E sem ordem não há progresso. Lula está preso, mas Zé Dirceu está solto e a preocupação de Bolsonaro sobre a possibilidade de fraude faz sentido. O voto impresso, única solução já transformada numa lei dele mesmo, foi barrada por mais uma decisão exótica do STF. É melhor vencermos no 1º turno...

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar