As vítimas do terrorismo e suas famílias foram esquecidas.
A Comissão da Verdade e Reconciliação", como ridiculamente foi denominada,  prefere ignorar esses assassinatos. 

As homenagens, os nomes de ruas, de escolas, os memoriais , os livros, os filmes e os livros de história  só lembram os "fatos heróicos" dos mortos pela "sanguinária ditadura " do regime militar, que lutava para que os brasileiros vivessem em uma democracia
 Nós queremos relembrar seus nomes e reverenciar todos os que tombaram pela fúria política dos terroristas

 Os seus algozes, sob a mentira de combater uma ditadura militar, na verdade, queriam tomar o poder  e implantar uma ditadura comunista em nosso país.

Cabe-nos lutar para que essas vitimas recebam  isonomia no tratamento que os “arautos” dos direitos 
  

 

humanos dispensam aos assassinos, que hoje recebem pensões e indenizações do Estado contra o qual pegaram em armas.
Move-nos, verdadeiramente, o desejo de que a sociedade brasileira lhes faça justiça  por terem perdido a vida no confronto do qual os seus verdugos, embora derrotados, exibem, na prática, os galardões de uma vitória bastarda, urdida por um revanchismo odioso.

A esses heróis o reconhecimento da sociedade e  a garantia da nossa permanente vigilância, para que o sacrifício de suas vidas não tenha sido em vão.

  A essas vítimas, as nossas preces e  a nossa luta para que jamais sejam esquecidos

Durante o mês de março,
, lembraremos essas vítimas que dedicaram suas vidas para conseguir manter o BRASIL LIVRE DO comunismo

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar