Amanda  Acosta - Articulista e  repórter Jornal da cidade - 17/06/2019
Silenciosamente, a ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT Gleisi Hoffmann estiveram na Rússia uma semana antes do vazamento de mensagens pelo gangster americano travestido de jornalista Glenn Greenwald.
A viagem da dupla de petistas, ambas seriamente implicadas na Operação Lava Jato, foi mantida no mais absoluto sigilo. Nenhuma publicação no site do PT, nas redes sociais ou em qualquer outro veículo brasileiro.


O Jornal da Cidade Online conseguiu descobrir sobre a estranha viagem de Dilma e Gleisi em função de uma publicação no site russo duma.gov.ru, pertencente ao governo russo.

De acordo com o site russo, na reunião foram discutidos assuntos de cooperação interestadual, interparlamentar e interpartidária entre os dois países.

Parece ser este o cerne da questão.

Será que Dilma e Gleisi foram buscar a cooperação dos russos em alguma trama diabólica? 

Dilma Rousseff e Gleisi Hoffmann estiveram em Moscou na primeira semana do mês, numa missão não divulgada por aqui.

No site da Câmara, a deputada apenas apenas publicou justificativa de ausência por “missão autorizada”, mas não deu detalhes. Até hoje não apresentou o relatório da viagem. 

Quem registrou a presença das petistas lá foi a Duma, a Câmara dos Deputados russa. A dupla também foi flagrada por brasileiros passeando pela cidade.

 

 

..

 

 

Dilma Rousseff e Gleisi Hoffmann estiveram em Moscou na primeira semana do mês, numa missão não divulgada por aqui.

 

No site da Câmara, a deputada apenas apenas publicou justificativa de ausência por “missão autorizada”, mas não deu detalhes. Até hoje não apresentou o relatório da viagem.

 

Quem registrou a presença das petistas lá foi a Duma, a Câmara dos Deputados russa. A dupla também foi flagrada por brasileiros passeando pela cidade.



Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar