Imprimir
Categoria: Notícias
Acessos: 256


Por Da Redação - 13/06/2019 - 
William Waack falou sobre os problemas da Globo e a perda da credibilidade da imprensa (Imagem: Divulgação/ CNN)
Recém-contratado pela CNN Brasil, William Waack fez críticas à Globo. Em entrevista ao canal de Luiz Felipe Pondé no YouTube, o jornalista disse que Jair Bolsonaro (PSL) tem razão em acusar a mídia brasileira de petista, mas “no sentido geral da palavra”, e falou que um dos grades erros de sua antiga emissora foi “buscar o aplauso da esquerda”.

“No fundo, a gente tem no Brasil uma imprensa viva, crítica, sólida e atuante. Ele tem razão quando ele afirma em geral”, afirmou o ex-apresentador do “Jornal da Globo”, que, em seguida, fez críticas à Glob

“Desde 2013 a Globo não foi capaz de entender que, enquanto ela buscava aplausos de grupos de esquerda, que são pagos com dinheiro público desviado para destruí-la, uma parcela crescente da população brasileira passava a ver a TV Globo como mais uma ferramenta da perpetuação da miséria e da ignorância intelectuais e políticas no Brasil, porque é assim que ela ganha dinheiro”, disparou ele.

Veja Também: William Waack fala pela primeira vez após ser contratado pela CNN Brasil
Demitido do canal carioca após acusações de falas racistas, Waack acrescentou: “Ela [Globo] se colocou, por decisões editoriais equivocadas e atitudes de alguns dos seus executivos, numa situação que hoje, na verdade, temos que olhar que os papeis dos grandes grupos de comunicação foram destruídos, perdeu a credibilidade. […] Como é que um grupo privado, lucrativo, bem organizado e que vive da imagem consegue se colocar numa imagem tão negativa”.

O novo profissional do CNN Brasil negou, no entanto, que exista uma “agenda de esquerda” da mídia. “Na verdade, é um país que combinou acreditar em coisas erradas, achando que está sendo bonitinho. O politicamente correto vem daí. Ele não é outra coisa senão uma narrativa da realidade por interesses políticos de grupos determinados, mas isso consegue ter um verniz de que é bonitinho e sinalizou avanços. Mas não sinalizou avanços, porque o país continua tão injusto, desigual e racista como sempre foi”, desabafou.