Imprimir
Categoria: Corrupção
Acessos: 282

Faça de conta que a Lava Jato não existiu. É isso que os inimigos da operação querem
Revista Crusoé
Caro leitor,
Tente imaginar o Brasil sem a Lava Jato.Para isso, faça de conta que a força-tarefa não recuperou mais de 24 bilhões de reais desviados dos cofres públicos por um magaesquema de corrupção.Feche os olhos também para o fato de que esse dinheiro só foi recuperado após 219 pessoas e 13 empresas terem confessado que cometeram crimes.
Ignore ainda as mais de duas centenas de pessoas investigadas que foram parar no banco dos réus.

Deixe para lá o fato de que as penas das dezenas e dezenas de condenados somam 3.096 anos de prisão.

E o mais importante: apague de sua memória a informação de que, pela primeira vez na história do país, peixes graúdos foram encarcerados pelos seus crimes, após processos legais com amplo direito de defesa.

Não deixe de “deletar” a lista de condenados e presos pela Lava Jato, que inclui um ex-presidente, o maior empreiteiro do país etc.

Você conseguiu imaginar o que seria o Brasil sem a Lava Jato?

Certamente pior.

Mas é justamente isso que a maior ofensiva já vista contra a Lava Jato quer: que façamos de conta que a operação anticorrupção não existiu.

(Nem que para isso seja preciso se apoiar no roubo e vazamento de mensagens atribuídas a autoridades…)

É para esse Brasil que a maior ofensiva já vista contra a Lava Jato quer que retornemos.

O Brasil da impunidade, o Brasil em que os poderosos não podem ser alcançados pela Lei.

O Brasil em que você vale menos do que eles.

Para afastar esse pesadelo, a revista Crusoé acaba de publicar uma Edição Especial, com reportagens, entrevistas e análises exclusivas sobre o passado e o futuro da maior operação anticorrupção da história: