Jornal da Cidade - 04/07/2019 às 10:48
Após enfrentar as ratazanas da Câmara dos Deputados, na tarde e noite de terça-feira (2), a exemplo do que já ocorrera no Senado Federal, inferimos um considerável aumento no apoio dos brasileiros decentes ao ministro Sérgio Moro.
Equilibrado, educado, paciente, um homem de fibra que novamente dá uma lição de decência, dignidade e honradez frente à ratatuia que ainda se encontra incrustada nas duas casas congressuais.
A súcia comprovou apenas o que sempre foram: mentirosos, desequilibrados, despreparados para o debate, corruptos incorrigíveis.

Após confrontar a cáfila no Senado e na Câmara, salta aos olhos que o Ministro Sérgio Moro está preparado para ocupar a presidência da República.

Cediço que, após a sofisticada organização criminosa (OCRIM) lançar mão de todo o seu arsenal infame, vil e abjeto, a dona Marcivânia (PCdoB-AP), vendo que ela, mesmo presidindo a sessão, e sua cumpañerada, estavam sem argumentos, a comunista e um patife originário das plagas fluminenses provocaram uma confusão que desse margem para o encerramento dos trabalhos, evitando que os canalhas se envergonhassem ainda mais.

P.S.: Ao final das sessões do Senado e da Câmara, qualquer pessoa decente infere:

•Vazamento das mensagens tem origem criminosa e foram adulteradas;
•Segunda instância manteve ou endureceu maior parte das decisões;
•Não houve qualquer mensagem para condenar um inocente;
•Atitude beligerante de Zanin impediu contato próximo;
•Abertura de mensagens é impossível porque elas não existem mais;
•PF investiga invasão de celulares sem interferência;
•Alguém com recursos quer invalidar Lava Jato e impedir investigações;
•The IntercePT queria sofrer busca para posar de mártir;
•Moro diz que também falava informalmente com advogados;
•OAB embarcou no sensacionalismo;
•Manifestações de domingo não atacaram instituições;


As demais vítimas da "corrupta" Polícia Federal, do "degenerado" Ministério Público Federal e do "pervertido e sádico" então juiz titular da 13ª. Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, que deflagraram a Operação Lava Jato visando apurar um esquema de corrupção de bilhões de reais, como Alberto Youssef, Alexandrino Alencar, Aldemir Bendine, André Vargas, Antônio Palocci, Delúbio Soares, Eduardo Cunha, Emilio Odebrecht, Fernando Bittar, João Cláudio Genu, João Vaccari Neto, Jorge Luiz Zelada, José Carlos Bumlai, José Dirceu, Marcelo Odebrecht, Mônica Moura, Nestor Cerveró, Renato Duque, Ricardo Hoffmann, Roberto Teixeira, Ronan Maria Pinto (lembram da tortura e do assassinato do prefeito Celso Daniel?) e Salim Taufic Schahin, dentre dezenas de outras pobres vítimas, podem mofar na prisão, pois o objetivo da divulgação das mensagens pelo The IntercePT é salvar Lula.

(Texto de Paulo Vendelino Kons. Bacharel em Administração pelo Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Regional de Blumenau-FURB e integrante do quadro permanente de servidores efetivos do município de Brusque/SC, desde 20 de junho 1989)

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar