No dia 11 de julho, quinta-feira (11) o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) assinou requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação do Foro de São Paulo.
“Assinei hoje requerimento para criação da CPI DO FORO DE SÃO PAULO junto com o Presidente Civil da Frente Cidadã, Maciel Joaquin. O Foro de SP, cujo um dos integrantes é o PT e aliado de Maduro e FARC”

No Twitter, Eduardo postou uma foto em que aparece ao lado de Maciel Joaquin, Presidente Civil da Frente Cidadã, colocando seu nome no documento para formulação da CPI.
Na manhã desta sexta-feira (12), Eduardo e Maciel Joaquin, pres

Apoiada pelo regime cubano, a Venezuela vai sediar o XXV Encontro do Foro de São Paulo entre 25 e 28 de julho de 2019. A cidade de Caracas deve receber 124 partidos e movimentos de esquerda, de 25 países, para o evento.

Fundado em 1990 por Lula e Fidel Castro, entre os membros do Foro, estão Nicolás Maduro, as Farc, o PT e centenas de partidos de esquerda.

Os projetos que serão discutidos na XXV Reunião do Fórum de São Paulo incluem: Aproveitar as propostas da oposição venezuelana para manter Nicolás Maduro no poder; apoiar o governo de Daniel Ortega na Nicarágua; endossar a candidatura de Evo Morales na Bolívia; garantir o sucesso da agenda do Presidente López Obrador no México; apoiar politica e financeiramente as candidaturas de Gustavo Petro na Colômbia e Cristina Kirchner na Argentina; defender a libertação de Lula de Silva no Brasil e fortalecer as relações com o islamismo; entre outros projetos.

CPI

idente Civil da Frente Cidadã participaram de uma reunião com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, no Itamaraty. Em pauta, segundo o parlamentar, também estava o Foro de SP.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar