Adélio põe o “mandante” em pânico
Jornal da Cidade - 20/07/2019 às 15:11
O autor da tentativa de homicídio contra o presidente Jair Bolsonaro, está irredutível no Presídio Federal de Campo Grande (MS).
Conforme noticiado neste final de semana, Adélio Bispo de Oliveira se recusa a fazer o tratamento psiquiátrico indicado pela sentença judicial que o considerou inimputável.
A defesa de Adelio já se manifestou e garantiu que ele irá tomar os medicamentos prescritos pelo psiquiatra.

“Ele se recusa a tomar qualquer remédio desde que deu entrada aqui, mas isso será feito mesmo contra a vontade do meu cliente, agora que temos o diagnóstico”, disse o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior.
Parece óbvio que Zanone age em prol do mandante, que a esta altura deve estar vivendo um estado de absoluto pânico.

Caso Adelio não seja ‘dopado’ logo, pode desandar a contar a verdade e indicar os seus comparsas e o eventual mandante.

De qualquer forma, tudo indica que o criminoso está em risco.

É fato!

Comentários  
#1 Vaulber Pellegrini 22-07-2019 16:38
Muito cuidado, pois além de ser dopado também poderá ir "dormir e acordar morto" o que seria muito bom para o mandante e talvez até para o advogado!
Adicionar comentário