Tudo o que você sempre quis saber sobre o Foro de S. Paulo, mas nunca teve ninguém para explicar.
Faça uma busca no Google por Foro de São Paulo, a organização esquerdista que reúne desde o Partido dos Trabalhadores até o grupo terrorista Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Além da Wikipedia, que explica o que é o Foro, há poucos resultados vindos dos veículos de maior circulação no Brasil.O tema foi por muito tempo um tabu na imprensa brasileira, tratado como uma teoria da conspiração (a primeira reunião do Foro, realizada em 1990, em São Paulo, recebeu atenção zero da imprensa na época).

Mas não apenas o Foro de São Paulo existe, como a América Latina está repleta de organizações de esquerda. Já publicamos reportagens explicativas e até vídeos sobre o tema.

Por exemplo, você conhece a Coordenação Socialista Latino-Americana (CSL)? Ela é mais antiga que o Foro de São Paulo e já teve, em suas reuniões e conferências, até representantes da Organização para a Libertação da Palestina, responsável por atos terroristas no mundo inteiro. Sempre defendeu com entusiasmo o falecido ditador cubano Fidel Castro e hoje faz parte do movimento “Lula Livre”.

Mais antiga que os dois grupos é a Conferência Permanente de Partidos Políticos da América Latina e do Caribe (Copppal), um fórum internacional de partidos políticos progressistas, social-democratas e de esquerda, fundada em 1979. no México. Hoje sediada em Buenos Aires, na Argentina, a organização é composta por mais de 60 partidos políticos de 29 países, incluindo o PT e o MDB. Um ecletismo que mostra as longas garras da esquerda na política brasileira. Uma de suas principais bandeiras é o desarmamento.

O PT e o PSB (Partido Socialista Brasileiro) também fazem parte de outra organização mundial de esquerda, a Aliança Progressista Internacional. Exibindo uma face mais light, a Aliança Progressista promove ideias como a igualdade de gênero, os direitos da população LGBT, a luta contra o racismo, a regulamentação do mercado, o combate às mudanças climáticas, e outras bandeiras típicas de esquerda.

Se o material sobre o Foro de São Paulo já é escasso na mídia nacional, é quase impossível encontrar qualquer coisa sobre os últimos três grupos citados.

BONUS TRACK

Vale a pena, após ler todo o conteúdo que a editoria Ideias preparou sobre o Foro de São Paulo, ler a trilogia que o colunista Flavio Gordon preparou sobre a organização:
O Foro fantasma
"Os partidos e organizações membros do Foro de São Paulo (criado em 1990 por Lula e Fidel para, justamente, salvar o movimento comunista internacional, que ruía no Leste Europeu) mantinham uma relação de interdependência, imiscuindo-se desavergonhadamente nos assuntos internos uns dos outros, e submetendo os interesses nacionais dos países em que chegaram ao poder às exigências estratégicas daquela entidade política supranacional, que tinha entre seus membros grupos terroristas e narcotraficantes, a exemplo das Farc."

A substância do Foro
"Tentar compreender o que é o Foro de São Paulo considerando apenas os seus encontros anuais – cujo público é majoritariamente formado pela arraia-miúda da militância – é o mesmo que tentar compreender o que é uma universidade olhando para a fachada de um dos seus prédios. Definitivamente, os encontros anuais do Foro não são o Foro. O Foro é, por assim dizer, tudo aquilo que acontece no intervalo dos encontros, nas conversas de bastidores e acordos privados entre os tubarões da entidade. Tubarões como Lula, Fidel, Chávez, Maduro, Kirchner e Morales, que, ao chegarem ao poder em seus respectivos países, começaram a pôr em prática, de maneira constante, estratégica e sempre articulada, o seu projeto comum e continental de poder, um projeto que, como nunca antes, fundiu a política com o crime (corrupção, narcotráfico e terrorismo) – e é esta, no fim das contas, a definição mais precisa do Foro de São Paulo."

À sombra do Foro
"Quando eleito presidente, Lula ensaiou um afastamento público dos narcotraficantes das Farc. Nos bastidores, todavia, os laços petistas com a guerrilha mantiveram-se tão sólidos quanto antes."

Boa leitura,



É mais fácil ficar bem informado utilizando nosso App de notícias. Instale agora mesmo!


Se ainda não é assinante, clique aqui |Fale conosco | Nossas convicções


Enviado por: Gazeta do Povo
Av. Victor Ferreira do Amaral 306, Curitiba, PR, 82590-300


Política de Privacidade • Atualize seu Cadastro • Cancele sua inscrição

Adicionar comentário