Imprimir
Categoria: Política interna
Acessos: 327

A “revelação” gravada de Dias Toffoli e sua repentina mudança (Veja o Vídeo)
Jornal da Cidade - 12/10/2019


Numa entrevista concedida há alguns anos, em 2016, logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) estabelecer que o cumprimento da pena deveria se iniciar a partir da condenação em 2ª instância, o ministro Dias Toffoli deu uma entrevista ao jornal “O Tempo” onde defendia com veemência o veredito da corte e inclusive exemplificava didaticamente o acerto da decisão.

Presentemente, decorridos apenas 3 anos, o mesmo Dias Toffoli tem uma posição totalmente inversa.

O atual presidente do STF agora é contra a prisão após a condenação em 2ª instância. Mudou de opinião.



Impossível que um ministro, tão firme naquela época (2016), passados alguns poucos anos, sem nenhum fato jurídico novo a justificar, tenha mudado radicalmente de posição.

Que segurança jurídica oferece esse magistrado?

Que segurança jurídica oferece o STF?

Fica a nítida impressão de que o ministro e o tribunal mudam de opinião e de tese de acordo com quem são os réus.

Abaixo a entrevista. Ouça com atenção.

Eles brincam de fazer Justiça.