Foto: Montagem. Itamaraty/Wilson Dias
Ernesto Araújo distribui livro de Ustra a embaixadores para elaborar palestra
O chanceler Ernesto Araújo iria a uma palestra e enviou a diplomatas o livro “A Verdade Sufocada”, do ex-chefe do DOI-CODI Carlos Alberto Brilhante Ustra, apontado pela Comissão da Verdade como responsável por 47 sequestros e homicídios
1 de novembro de 2019, 15:10 h

247 - A assessoria do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, enviou a diplomatas o livro “A Verdade Sufocada”, do ex-chefe do DOI-CODI Carlos Alberto Brilhante Ustra, condenado por tortura na ditadura militar. O objetivo era embasar uma apresentação que estavam preparando para fazer a países estrangeiros. O caso aconteceu há cerca de três meses.

Jair Bolsonaro (PSL-RJ) já se referiu a Ustra como “herói nacional”. O ex-chefe do DOi-CODI foi apontado pela Comissão da Verdade como responsável por 47 sequestros e homicídios.
Membros do Itamaraty afirmaram que a palestra. O chanceler falaria sobre o Foro de São Paulo, uma reunião de partidos de esquerda e centro-esquerda da América Latina, ao Grupo de Lima, fórum de articulação política criado para acompanhar e crise na Venezuela.

Adicionar comentário