Sete perguntas que não querem calar
jornal da Cidade - 14/01/2020
1. Será justo que R$2 bilhões sejam dados de bandeja aos partidos políticos para se refestelarem nas próximas eleições municipais, quando 13 milhões e 500 mil brasileiros vivem na extrema pobreza com nada além de 145 reais por mês?

{jcomments on
}2. Será justo retirar dos cofres da União R$2 bilhões para reeleger os mesmos prefeitos e vereadores que foram capazes de quebrar a maior parte das suas prefeituras, quando 30 milhões de brasileiros vivem abaixo da linha da pobreza com menos de 500 reais por mês?

3. Será moral e justo premiar com R$2 bilhões políticos do Centrão e do PT, quando 50 milhões de brasileiros vivem na linha da pobreza com um salário mínimo para o sustento de toda a família?

4. Terá sido para tomar R$ 2 bilhões da Saúde e da Educação que os representantes do povo foram eleitos?

5. Ao interesse público, ao bem comum, às crescentes carências de nossa população mais humilde, a qual dessas finalidades atenderá o Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões?

6. Apesar de absolutamente inconstitucional, será moral, decente e digno do mandato de um deputado ou senador enriquecer a partidocracia e, ao mesmo tempo, tornar ainda mais miserável a vida de 100 milhões de compatriotas?

7. Aceitaremos em silêncio mais essa afronta?


Modesto Carvalhosa

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar