Imprimir
Categoria: Corrupção
Acessos: 408

Augusto Nunes destrói Zé de Abreu: “Cafajeste na novela e vida real, um coadjuvante vocacional e incurável” 
Jornal da Cidade - 31/01/2020
O jornalista e analista político, Augusto Nunes, criticou duramente durante o programa ‘Pingo nos Is’ da Jovem Pan, nesta quinta-feira, 30, o ator 'esquerdopata' da rede Globo, José de Abreu.


O jornalista não perdoou Zé, pelos insultos proferidos contra a nova Secretária da Cultura, Regina Duarte.

Zé de Abreu afirmou que Regina é “apoiadora de fascista”.

“Eu sei o que fizemos na sua casa, na Barra da Tijuca. Eu sou artista, assumo meus vícios e me libertei deles. Mas você, assumindo um cargo público, vai ter que prestar conta deles”, escreveu o ator em suas redes sociais.
Confira a publicação:

Logo após a declaração de José de Abreu expandir nos sites de notícias, o ator apagou a publicação. Provavelmente temendo alguma ação judicial.

Augusto Nunes foi cirúrgico em seu comentário sobre o ator.

“O Zé de Abreu é sempre o cafajeste da novela, porque é cafajeste na vida real. Então o trabalho dos diretores é facilitado, eles chegam pro Zé de Abreu antes de começar a filmar e dizem assim: - Zé seja você mesmo”, disse Augusto Nunes.
E foi além:

“Ele é um coadjuvante vocacional , incurável. Ele jamais foi protagonista, então é claro que ele tem inveja da Regina Duarte”, reiterou o jornalista.


O analista político, ainda salientou que ficou incomodado com o silêncio da classe feminista com o comentário do ator. Augusto falou que atualmente só não pode falar de mulheres de esquerda, se for de direita “tudo bem”.

“Isso revela a alma do PT e dos seus satélites”, concluiu Augusto Nunes