Jornal da Cidade - 08/06/2020 às 16:44
Nenhum governo abraçou tanto as causas de minorias, abrindo inclusive diversos campos de trabalho para deficientes físicos, como o governo atual.Claro que para os chatos arrogantes desta oposição estúpida ou completamente fora da realidade, isto não represente nada, afinal, para esta turma, "minorias" só são válidas quando seguem a mesma cartilha, fora isto são inimigos.Tomou posse hoje como secretário nacional de Justiça (Ministério da Justiça e Segurança Pública), Claudio de Castro Panoeiro, um deficiente visual.Novamente a primeira dama, em discurso emocionado, ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, prova que vem atuando forte (sem apoio de mídia) nas questões sociais e causas que vem abraçando.


Fica apenas uma pergunta:

O que as últimas "primeiras damas" fizeram de útil para a nação?

Aos que vivem arrumando "pelo em ovo", um conselho: parem, por favor, de encherem o saco e comecem a valorizar o que, ao menos, merece ser valorizado na atual gestão.

RESPEITO é bom! Deixem o Brasil andar.

OBS: Infelizmente, aguardem "piadinhas" de humor negro que a "turma do bem" já deve estar preparando, afinal o "politicamente correto" desta turma só funciona se a "minoria" seguir a cartilha que eles pregam. Caso contrário, deixa de ser minoria para eles.

Texto publicado originalmente na página parceira Toca do Lobo.

Visite à página Toca do Lobo

Governo valoriza minorias e, em cerimônia emocionante, empossa deficiente visual como Secretário Nacional de Justiça
Jornal da Cidade - 08/06/2020 às 16:44


Nenhum governo abraçou tanto as causas de minorias, abrindo inclusive diversos campos de trabalho para deficientes físicos, como o governo atual.

Claro que para os chatos arrogantes desta oposição estúpida ou completamente fora da realidade, isto não represente nada, afinal, para esta turma, "minorias" só são válidas quando seguem a mesma cartilha, fora isto são inimigos.

Tomou posse hoje como secretário nacional de Justiça (Ministério da Justiça e Segurança Pública), Claudio de Castro Panoeiro, um deficiente visual.

Novamente a primeira dama, em discurso emocionado, ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, prova que vem atuando forte (sem apoio de mídia) nas questões sociais e causas que vem abraçando.

Fica apenas uma pergunta:

O que as últimas "primeiras damas" fizeram de útil para a nação?

Aos que vivem arrumando "pelo em ovo", um conselho: parem, por favor, de encherem o saco e comecem a valorizar o que, ao menos, merece ser valorizado na atual gestão.

RESPEITO é bom! Deixem o Brasil andar.

OBS: Infelizmente, aguardem "piadinhas" de humor negro que a "turma do bem" já deve estar preparando, afinal o "politicamente correto" desta turma só funciona se a "minoria" seguir a cartilha que eles pregam. Caso contrário, deixa de ser minoria para eles.

Texto publicado originalmente na página parceira Toca do Lobo.

Visite à página Toca do Lobo

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar