Jornal da Cidade - 04/08/2020 às 15:48

“A pedido de IGOR TOBIAS MARIANO, funcionário do TSE, a empresa Rohde & Schwarz fez uma varredura em Brasília e descobriu maletas de escuta telefônica na Embaixada da Coréia do Norte, Embaixada da China e na casa do Kakay. O alvo: presidente Bolsonaro. Barroso e Moraes prevaricaram. Isso é golpe de estado”, disse Allan.

Com Allan fora do Brasil, para, segundo alega, manter-se em segurança, Filipe Barros foi à PGR:

"Acabo de protocolar, na PGR e no TCU, representação solicitando, em caráter de urgência, investigação acerca dos fatos denunciados pelo jornalista Allan dos Santos na semana passada”, escreveu Filipe Barros, em suas redes sociais.

Confira:

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar