Vídeo de 2016 mostra o verdadeiro Guilherme Boulos (veja o vídeo)
21/11/2020 às 13:47

É sempre bom lembrar ao eleitor paulistano quem ele colocou para disputar o segundo turno das eleições municipais.

{jcomments on}Em vídeo de 2016, o psolista Guilherme Boulos mostra todo o seu caráter tirano e terrorista ao incentivar o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) a depredar prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), em São Paulo.

“Um dano na fachada da Fiesp é muito pouco perto do dano que a FIESP tá causando há muito tempo ao povo brasileiro”, disse o “coordenador” do MTST em entrevista, na época, sem explicar que prejuízo era esse.


O prédio havia sido invadido durante um protesto contra a PEC 55, aprovada no Senado, em 2016. Os vândalos mascarados atiraram pedras nas vidraças e soltaram rojões dentro edifício.

Contraditório, Boulos “esqueceu” de falar que a PEC 55 (congelamento dos gastos públicos por 20 anos), aprovada no Governo Temer, vice-presidente de Dilma, só foi confirmada porque o país entrou em uma grave recessão por conta do sistema de corrupção e desvio de recursos públicos coordenados pelo PT.

E o que a Fiesp tinha a ver com isso? Nada. É que, para Boulos, que também é de classe média alta, todo “rico” que não é aliado deve ser “exterminado”.

Por fim, fica a pergunta ao eleitor paulistano: é assim que Boulos pretende resolver os problemas da maior capital do Brasil?

Comments powered by CComment