Quando a gente pensa que viu de tudo em matéria de uso de máquina pública para favorecer um partido e um governo surge essa notícia de perguntas dirigidas na prova do Enade. Havia uma única resposta correta: a que favorecia o governo. É um crime usar a educação como fronteira para esse tipo de proselitismo partidario, de governo.
 
 
 
 
 
 
 
 
Adicionar comentário