O Globo Online

 SÃO PAULO - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) confirmou que sua rede corporativa sofreu invasão de hackers na noite de quinta-feira, relatou o site G1, e que a brecha foi corrigida no mesmo dia. Segundo o órgão, não há qualquer indício de invasão à rede operacional do site.

O G1 divulgou no início da tarde desta segunda-feira que o órgão havia solucionado o problema em uma página de login, mas uma brecha semelhante continuava no sistema de cadastro. Pouco depois da publicação da reportagem, o órgão retirou esta página do ar.

Texto completo

 "Toda vez que eles tentam (invadir), a gente corrige. A rede operativa é blindada, separada da internet e operada via comando de voz", segundo informou a entidade, negando que o apagão que atingiu 18 estados no dia 10 tenha sido causado por ação de hackers.

Também nesta segunda-feira, o Ministério de Minas e Energia reiterou que um curto-circuito causou o apagão .

 

O ONS é responsável pela coordenação e pelo controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN), sob a fiscalização e regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


 
Adicionar comentário