Diz presidente da CUT

  Por Marina Mello - Direto de Brasília

 O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Arthur Henrique, afirmou nesta terça-feira que a repeussão do filme Lula, O Filho do Brasil deve ter um impacto nas eleições presidenciais de 2010, mas disse que esse não é o objetivo do trabalho. "Deve ter alguma influência, mas este não é o ponto central", afirmou Henrique na chegada ao Teatro Nacional Cláudio Santoro, onde ocorrerá a pré-estreia do filme.

Lula, O Filho do Brasil, filme de Fábio Barreto, abre a 42ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro nesta terça-feira, às 20h30, na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro.

Texto completo

O presidente da CUT afirmou que está em negociação a possibilidade de as centrais sindicais filiadas se reunirem no próximo dia 3 de dezembro para assistir ao filme com um preço mais acessível, de aproximadamente R$ 5, no Cine Marabá, em São Paulo. Henrique disse que já assistiu a trechos do filme na casa de um produtor em Brasília e que achou "muito emocionante".

Ato pró-Battisti
Antes da pré-estreia do filme, manifestantes fizeram um ato em favor do ex-ativista italiano Cesare Battisti , que está detido no presídio da Papuda, em Brasília. Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália por suposta participação em quatro homicídios, recebeu status de refugiado político pelo Ministério da Justiça do Brasil, no início do ano.

Com uma faixa, os manifestantes pediam para Lula libertar Battisti. A extradição do italiano é julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas é o presidente que deve dar a palavra final sobre o caso.

Redação Terra

 

Adicionar comentário