Cerimônia homenageia os 18 militares brasileiros
 mortos - Foto de Marina Mello/Terra
A cerimônia homenageia os 18 militares brasileiros mortos
21 de janeiro de 2010
Por Marina Mello e Laryssa Borges - Direto de Brasília
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva agradeceu nesta quinta-feira o trabalho dos 18 militares mortos no terremoto do Haiti, ocorrido no último dia 12. Durante cerimônia de honras póstumas realizada na Base Aérea Militar de Brasília, Lula disse que, em momentos como esse, "as palavras se tornam frágeis diante da gravidade dos fatos". "Peço a Deus para que Ele amenize a tristeza por que passam todos os seus familiares", afirmou.
"Estou falando aqui de destemidos compatriotas que chegaram ao Haiti levando a seguinte mensagem: vocês não estão sozinhos, viemos aqui em nome do Brasil trazer alimentos, remédios (...) paz e, acima de tudo, o respeito do povo brasileiro ao povo haitiano", disse. O presidente disse "obrigado" seguido do nome de cada um dos militares que morreram.
Antes do discurso, Lula colocou a Medalha do Pacificador com Palma sobre cada um dos 18 caixões, todos cobertos com a bandeira do Brasil. A honraria é concedida a militares e civis que, em tempo de paz, tenham se distinguido por "atos pessoais de abnegação, coragem e bravura, com risco de vida". Todos os militares receberam uma promoção post mortem. Os soldados foram elevados em duas patentes e os demais, em uma patente.
Durante a solenidade, o comandante do Exército, Enzo Martins Peri se disse atingido pessoalmente com a morte dos militares e afirmou que o Brasil todo chora com a perda daqueles que "combateram o bom combate". Após um toque de silêncio, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama, Marisa Letícia, apresentaram, em nome do povo brasileiro, as condolências aos familiares dos soldados.
"Todos combateram o bom combate, levando àquela nação amiga, castigada por violências de diferentes naturezas, que a gente brasileira mais possui: solidariedade, alegria e esperança", disse o comandante de militar. Diante dos caixões, Peri disse que "a dimensão humana dessa tragédia atinge todos os brasileiros". "Não percamos a fé! Prossigamos a missão! Juntos, com a comunidade internacional e o valente povo haitiano, vamos recomeçar", afirmou o comandante militar em sua mensagem de condolências.
 Abaixo relação  dos militares mortos no terremoto e que  passaram  a integrar a galeria dos heróis da Pátria !      Descansem em paz ! 

- Soldado Antônio José Anacleto – Cabo - Cabo Arí Dirceu Fernandes Júnior – Terceiro-sargento - Primeiro-tenente Bruno Ribeiro Mario – Capitão (gaúcho) - Segundo-sargento Davi Ramos de Lima – Subtenente - Cabo Douglas Pedrotti Neckel – Terceiro-sargento (gaúcho) - Coronel Emílio Torres dos Santos – General de brigada - Soldado Felipe Gonçalves Julio – Cabo - Major Francisco Adolfo Vianna Martins Filho – Tenente-coronel - Coronel João Eliseu Souza Zanin – General de Brigada - Soldado Kleber da Silva Santos – Cabo - Segundo-sargento Leonardo de Castro Carvalho – Primeiro-sargento - Major Márcio Guimarães Martins – Tenente-coronel - Tenente-coronel Marcus Vinicius Macedo Cysneiros – Coronel - Subtenente Raniel Batista de Camargo – Segundo-tenente - Soldado Rodrigo Augusto da Silva – Cabo - Terceiro-sargento Rodrigo de Souza Lima – Segundo-sargento - Soldado Tiago Anaya Detimermani – Cabo  

Comments powered by CComment