PSDB chama Marco Aurélio de aloprado de direita 
 
  Vejam que Marco Aurélio , segundo na linha de baixo, está
  mais para embaixador junto às Farcs do que para radical de
  direita ...
Aliados de Serra reagem a ataque e dizem ainda que petista é "embaixador do governo Lula junto às Farc"
Maria Lima - O GLOBO
BRASÍLIA. A cúpula da campanha do tucano José Serra se reuniu ontem para preparar e divulgar uma resposta aos ataques desferidos na véspera pelo assessor especial do presidente Lula e coordenador do programa de governo da presidenciável Dilma Rousseff, Marco Aurélio Garcia, que previu o fim melancólico da carreira do tucano já no primeiro turno, em 3 de outubro.
O ex-ministro e atual secretário da Educação de São Paulo, Paulo Renato de Souza, disse ter havido falta de solidariedade e deslealdade de Marco Aurélio, que teria sido livrado da prisão no Chile por Serra. Os tucanos se referiram ao petista como aloprado de direita.
No mesmo tom de Marco Aurélio, que acusou Serra de estar correndo rumo à direita mais raivosa, o coordenador informal da campanha Jutahy Junior (BA)
 

  Esses políticos não lembram das relações com
 
 as Farc , com Cuba, com Chávez , Evo e outros?
  Só pode ser gozação, dizer que ele é de direita...

e o senador Álvaro Dias (PR) devolveram a agressão dizendo que ele é um aloprado de direita: Assim como José Eduardo Dutra (presidente do PT), Marco Aurélio é um aloprado de direita porque defende governos que apedrejam mulheres e condenam jornalistas à prisão. Além disso, seus precedentes conhecidos, que o diga o ex-embaixador Luiz Felipe Lampreia, nos autorizam a dizer que o senhor Marco Aurélio está muito mais para embaixador do governo Lula junto às Farc do que para analista político contra-atacou Álvaro Dias.
Ele reproduziu a versão de que no governo Fernando Henrique, num encontro com o então chanceler Luiz Felipe Lampreia, Marco Aurélio se ofereceu para intermediar um encontro de representantes do governo com líderes das Farc.
Os três tucanos fizeram também duros ataques a pontos da política externa do governo Lula, da qual Marco Aurélio é um dos assessores principais. Para Paulo Renato, a política externa é um desastre e uma constante tentativa de afirmação pueril perante os Estados Unidos e alguns países europeus, atendendo a interesses de países com ideologias próximas à do PT.
Comentários   
#1 Valdeke Silva 30-12-2014 19:11
Aí petistas, não queriam uma resposta? Então TOMA!É isso aí, bateu, levou.
Adicionar comentário