João Pedro Stedile (MST) recebe do 1º VicePresidente 
    Marco Maia, do 2º 
Secretário Inocêncio Oliveira e do dep.
   Jovair  Arantes a comenda do Mérito Legislativo
   Foto: João Batista/ Ag Câmara
STEDILE, MST, RECEBE HONRARIA DO CONGRESSO
Revista Veja 
Os deputados homenagearam o líder do MST, por serviços prestados ao Brasil. Perdoe-nos, mas não dá para resistir em citar Rui Barbosa: "De tanto ver triunfar as nulidades e ver prosperar a desonra, crescer a injustiça, agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e ter vergonha de ser honesto."
Texto Completo
Junto ao homenageado João Pedro Stedile, o Primeiro Vice-Presidente Marco Maia, o Segundo Secretário Inocêncio Oliveira e Dep. Jovair Arantes na cerimonia de entrega da comenda do Mérito Legislativo ao chefe dos guerrilheiros do MST
Anteontem por indicação do deputado Brizola Neto (PDT-RS), o chefe dos terroristas do MST, João Pedro Stedile foi agraciados no Congresso Nacional, com a Medalha do Mérito Legislativo. Por seus relevantes serviços prestados ao país!?
Na cerimônia foi igualado ao Vice-Presidente da República, José Alencar Gomes da Silva, a economista Maria da Conceição Tavares e ao Ministro Francisco Cesar Asfor Rocha, do Superior Tribunal de Justiça, entre outros homenageados com a mesma comenda na ocasião.
A honraria a Stedile é uma piada de mau gosto. Um elogio ao desmando e a anarquia generalizada, um desrespeito a ordem e aos direitos fundamentais de propriedade e de dignidade humana.
Stedile é um verme perigoso, devia estar preso, num presídio de segurança máxima, por tentar subverter a ordem pública.
O deputado pernambucano Inocêncio Oliveira perfilado ao lado desse bandido, desrespeita a memória do soldado Luiz Pereira da Silva , encontrado morto com sinais de tortura, executado pelos integrantes do MST em Quipapá-PE, em 2005.
É uma afronta aos agricultores José Arnaldo da Silva, 40 anos, José Wedson da Silva, 26, Rafael Erasmo da Silva, 25, e Wagner Luís da Silva, 25, assassinados com tiros na nuca e nas costas, pelos integrantes do MST em São Joaquim do Monte.
É injusto com o proprietário da fazenda Jabuticaba, em São Joaquim do Monte- PE, Estermilton Guedes, que teve sua propriedade invadida e destruída nove vezes, em quatro anos, pelo MST.
Essa comenda dada a João Pedro Stedile desmerece e humilha todos aqueles que por justo motivo, foram com ela agraciados no passado.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar