Moradores de Santa Catarina  recolhem
      mercadorias arrastadas pela chuva
Moradores saqueiam mercadorias arrastadas pela chuva em SC
 Fabrício Escandiuzzi - Direto de Florianópolis 19/01/2001
A cidade de Siderópolis, localizada a cerca de 215 km de Florianópolis (SC), ainda calcula os prejuízos causados pelo temporal que começou na tarde de terça-feira, atravessou a noite e afetou 12 mil pessoas na cidade. .
 Dois supermercados foram saqueados por populares depois que a água invadiu os estoques e espalhou mercadorias pelas ruas da região central.
 
A forte chuva fez com que o rio Albina, que corta o centro, transbordasseDois supermercados tiveram parte do estoque espalhado pelas ruas, o que fez com que muita gente saqueasse pacotes de produtos em meio ao temporal. Os empresários, que não tiveram a identidade revelada, calculam que os prejuízos possam superar a casa de R$ 1 milhão.
A enchente provocou estragos até mesmo na prefeitura de Siderópolis. A água alagou o setor de tributos municipais e destruiu dez computadores e equipamentos eletrônicos.
Nesta quarta-feira, mercadorias dos supermercados afetados permaneciam boiando em áreas alagadas e continuavam a ser saqueadas. Destroços de muros e calçadas, além de entulhos estavam espalhados pela cidade. Um grupo de funcionários da Defesa Civil e da Secretaria de Obras avaliavam os bairros da cidade para concluir o levantamento dos danos. "O cenário é de guerra no centro", afirma o secretário de Obras da cidade, Vânio Nava.
Temporal
Cerca de 22 mil pessoas de 16 municípios foram afetadas pelo forte temporal que atingiu Santa Catarina na noite de terça-feira. O número de pessoas desalojadas ou desabrigadas já chega a 3 mil, segundo relatório da Defesa Civil estadual.
Especial para Terra

Comments powered by CComment