Imprimir
Categoria: Corrupção
Acessos: 3452
 Da Agência Estado

Um grupo de pequenos empresários resolveu fazer um protesto inusitado em Sorocaba, no interior paulista: “instalou” um míssil falso apontado para Brasília no alto de um guindaste com a inscrição “O povo de Sorocaba manda um pequeno mimo ao Congresso e ao Senado”.



Texto completo  

O aparato é a réplica de um míssil de 6,5 metros de comprimento e 1,2 de diâmetro, pesa 700 quilos, foi produzido com chapas de aço carbono e fica a 30 metros do solo, em um terreno baldio. A idéia é fazer com que o "míssil" mude de cidade em cidade até chegar a Brasília.

O protesto é liderado pelo microempresário Jean Carlos Nunes e o representante de vendas Milton Luis Antonio. Segundo Nunes, a idéia nasceu da revolta de um grupo de amigos contra os últimos escândalos de Brasília, entre eles o que envolve o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e o que levou à renúncia do senador Joaquim Roriz (PMDB-DF). “Trabalhamos, pagamos impostos e não podemos nos conformar com a bandalheira dos maus políticos”.

Os amigos, que ratearam o custo da fabricação do equipamento, de R$ 3,8 mil. O grupo também colhe assinaturas para reforçar o protesto contra a corrupção no País. Nesta terça-feira, o equipamento será levado de caminhão até Osasco, onde ficará exposto. O plano do grupo é fazer com que, de cidade em cidade, o artefato chegue até Brasília.