Farc mataram militares sequestrados há dois dias, diz exército
Portal Terra - 20/04/2011 
As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) assassinaram os dois militares que haviam sequestrado na última terça-feira no departamento (estado) de Antioquia quando ambos estavam desarmados e usavam trajes civis, denunciou nesta quarta o exército colombiano.
As vítimas foram identificadas como o cabo José Esteban Coba Teatín e o soldado Fernando Builes Mazo, cujos corpos foram encontrados na manhã de hoje no município de Toledo. Segundo o exército, eles foram mortos por integrantes das Farc.
  
Os "terroristas" da frente 36 "assassinaram vilmente" os militares, "colocando seus corpos como chamariz em uma área preparada com artefatos explosivos improvisados para causar mais mortes às tropas que realizavam operações para sua localização", diz a nota oficial divulgada pelo exército.
O general Alberto José Mejía disse em entrevista coletiva que Coba e Builes foram assassinados com tiros na cabeça. Os dois foram sequestrados na terça-feira quando viajavam em um veículo particular em uma estrada próxima à aldeia El Limón, em Antioquia.
As Farc têm atualmente como reféns 17 policiais e militares - alguns dos quais estão há mais de 12 anos em cativeiro - e pretendem trocá-los por insurgentes presos na Colômbia e nos Estados Unidos.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar