A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça acaba de aprovar processo do ex-militante de esquerda e sindicalista Carlos Marighella Filho: ele passará a ganhar uma pensão de R$ 9 mil da União. Ele é filho do ex-chefe da Ação Libertadora Nacional (ALM), Carlos Marighella, que se denominava “guerrilheiro e terrorista” e que foi assassinado pela ditadura em 1969. As indenizações já passaram de R$ 1,5 bilhão por conta de menos de 20 mil processos julgados. Ainda faltam mais de 40 mil processos. Todos os meses, a União desembolsa R$ 28 milhões por conta desses processos, incluindo os R$ 8 mil depositados pontualmente na conta do presidente Lula.
http://www.gibaum.com.br/
Adicionar comentário