Escracho I
Por Marco Balbi
“Estaremos sempre solidários com aqueles que, na hora da agressão e da adversidade cumpriram o duro dever de se oporem a agitadores e terroristas de armas na mão, para que a Nação não fosse levada à anarquia.”
Gen Ex Walter Pires de Carvalho e Albuquerque 
A Resenha de Comunicação Social do Ministério da Defesa destaca hoje, dia 9 de maio de 2012, dentre outras matérias, reportagem de autoria dos repórteres Roldão Arruda e Tânia Monteiro, sob o título COMISSÃO DA VERDADE - Grupo retoma campanha contra agentes da ditadura.
Texto completo
A matéria relata que o movimento Levante Popular promete nova onda de “escrachos” contra acusados de terem participado da repressão militar.
 
Segundo a reportagem, esta é a forma com a qual o grupo pretende demonstrar sua insatisfação com a demora pela nomeação dos membros da Comissão ao mesmo tempo em que pressiona a Presidente da República a fazê-lo.
 
Por certo que o Ministro da Defesa e os Comandantes Militares já haviam sido informados pelos seus canais de inteligência e de comunicação social da pretensão do grupo acima mencionado e já entabularam medidas políticas junto aos companheiros dos Ministérios congêneres para sustar a realização de tais atos.
 
Da mesma forma aquelas autoridades estabeleceram medidas preventivas nos campos do direito e até m esmo no campo policial de forma a evitar qualquer tipo de constrangimento moral, danos ao patrimônio e agressões físicas aos militares e agentes da ordem pública que cumpriram com o seu dever nos momentos difíceis da guerra interna entre os anos de 1968/1974.
 
Assim procedendo corroborariam a assertiva que emoldura este texto de autoria de um ex-chefe militar que os antecedeu e que lhes caberia cumprir.

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar