No último dia 05 de abril, na Missa em sufrágio das almas dos que tombaram na luta armada, realizada na Paróquia São Camilo de Lellis (EQS - 303, Lote A, Asa Sul - BSB), às 20h15min horas, ao seu término, tivemos a honra de ler para os presentes a seguinte mensagem:

“Nesta noite, comemorando a Contrarrevolução vitoriosa de 31 de março de 1964, o Grupo Ternuma acaba de prestar uma homenagem àqueles que foram imolados no cumprimento de seu dever, que foi o de lutar contra a subversão que buscava dominar a Nação brasileira.

Humildemente, viemos rogar pela alma de nossos heróis, cidadãos dedicados à sua profissão, empenhados na manutenção da lei e da ordem, injustiçados pela omissão no reconhecimento de seu gigantesco e corajoso ato de desprendimento em prol de seu povo, de sua terra natal.

Saudosos e admirados por nós que acompanhamos a sua luta, as suas dificuldades, a sua determinação e o seu destemor diante de um inimigo desconhecido.

Que belo exemplo nos foi repassado, de dedicação e de determinação, pois demonstraram a capacidade de defender a Pátria com o sacrifício da própria vida.

Sim, foram décadas de lutas, assaltos, atos de terrorismo, refregas, emboscadas, tristes eventos nos quais faleceram civis e militares de conduta ilibada, indivíduos que demonstraram estar à altura da missão recebida, pois não recuaram e enfrentaram com bravura as situações mais temerárias.

Lastimavelmente, perderam a vida, mas nos legaram um exemplo inesquecível de honra, de coragem e de conduta que perdurará para sempre.

Nesta data, cumpriu ao Ternuma prestar a sua homenagem e relembrar também os inocentes cidadãos que tiveram a desventura de estarem próximos dos embates e foram as suas vítimas inocentes.

Nesta oportunidade, lembramos que faleceram pais, filhos, entes queridos por suas famílias, seres humanos que se foram e que deixaram uma lacuna em seus lares, que causaram uma perda irreparável para os seus pais, esposa e filhos.

Neste momento, lembramos os que partiram e por eles rezamos.

A nossa missa foi uma singela oração pelas suas almas, e rezamos para que elas estejam no seio do Senhor.

É triste prosseguir a vida sem um ente querido, é de amargura o sentimento dos que ficaram, contudo em cada coração persiste uma imensurável saudade.

Nesta hora, movidos pela fé cristã, os nossos pensamentos se dirigem para um valor mais alto, o de prantear os falecidos, de lembrar a falta que causaram no coração de todos nós.

Este é um momento em que sob a fé do amor ao próximo, da crença em Deus, entramos contritos na sua casa para implorarmos as bênçãos do Criador e pedirmos para que Ele acolha os mortos com toda a sua benevolência.

Hoje, lamentamos os que se foram, por isso, almejamos que semelhante tragédia nunca mais enlameie a memória nacional.

E, sublinhando os nossos propósitos, com pesar dizemos:

“MEUS PÊSAMES SOCIEDADE BRASILEIRA PELA MORTE DE SEUS HEROICOS CIDADÃOS.”

Brasília, DF, 06 de abril de 2013

Gen Bda Rfm Valmir Fonseca Azevedo Pereira

Comments powered by CComment

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar